Apoio de economistas externos ao PT é vantagem de Lula, diz Maílson da Nóbrega


A avaliação do ex-ministro da Fazenda Maílson da Nóbrega, em entrevista à CNN neste domingo (6), é de que o apoio de economistas externos ao Partido dos Trabalhadores no próximo governo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é uma vantagem em comparação aos mandatos anteriores do petista.

“O Lula vai ter acesso a economistas que nunca votaram no PT, mas declararam seu voto a Lula, na expectativa de contribuir para que não tivesse continuidade um governo sabidamente autoritário e sem condição de liderar o país em uma crise que pode vir por aí nos próximos anos”, disse.

O ex-ministro tratou o aspecto como uma vantagem por considerar que Lula terá “vozes mais experientes, vozes mais sintonizadas com ideais liberais. E isso tudo vai se juntar às vozes do PT, às vozes do Instituto Perseu Abramo e isso pode dar uma mistura melhor do que aquela que foi em 2002”.

De acordo com apuração da CNN, o novo governo federal tem sido aconselhado a escolher um nome técnico para comandar o Ministério da Fazenda, como um aceno à responsabilidade fiscal.

Para Maílson, a “melhor solução seria um ministro político, com capacidade de articulação no Congresso, respaldado por uma equipe de grande categoria, de economistas conceituados, respeitados e experientes”.

Diante da dificuldade de fechar o orçamento para o próximo ano incluindo as promessas de campanha, como o pagamento do Bolsa Família de R$ 600 e o aumento do salário mínimo acima da inflação, a equipe de transição de Lula negocia com o Congresso a chamada “PEC da Transição” — que prevê a possibilidade de furo do teto de gastos em áreas específicas.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Apoio de economistas externos ao PT é vantagem de Lula, diz Maílson da Nóbrega no site CNN Brasil.