Rússia não reconhece risco de acidente em usina nuclear da Ucrânia, afirmam EUA


Os Estados Unidos disseram neste domingo (28) que a Rússia não quer reconhecer o grave risco radiológico na usina nuclear de Zaporizhzhia, na Ucrânia, acrescentando que essa foi a razão pela qual o país bloqueou o rascunho final de um tratado de não-proliferação nuclear.

“Somente a Federação Russa decidiu bloquear o consenso sobre um documento final na conclusão da Décima Conferência de Revisão do Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP).

“A Rússia fez isso para bloquear a linguagem que meramente reconhecia o grave risco radiológico na Usina Nuclear de Zaporizhzhia, na Ucrânia”, disse o Departamento de Estado dos Estados Unidos em comunicado.

A declaração vem depois que a Rússia bloqueou um acordo na sexta-feira (26) sobre o rascunho final de uma revisão do tratado da ONU considerado a pedra angular do desarmamento nuclear por críticas às ações de Moscou na Ucrânia.

No mesmo dia, a usina nuclear foi desconectada da rede elétrica da Ucrânia pela primeira vez em sua história.

A operadora nuclear da Ucrânia, Energoatom, disse que incêndios em uma usina termelétrica próxima fizeram com que a última linha de energia restante de Zaporizhzhia se desconectasse duas vezes. As outras três linhas foram “perdidas anteriormente durante o conflito”, disse o órgão de vigilância nuclear.

A Energoatom culpou a Rússia pela desconexão. “As ações dos invasores causaram uma desconexão completa da ZNPP (usina nuclear de Zaporizhzhia) da rede elétrica – a primeira na história”, diz um comunicado da operadora.

O governador regional russo instalado no local culpou a ação militar ucraniana pelas interrupções e acrescentou que “o trabalho estava em andamento para restaurar o fornecimento para a região e lançar a segunda unidade de energia”.

Zaporizhzhia gera cerca de 20% da eletricidade da Ucrânia e um corte prolongado da rede nacional seria um grande desafio para a Ucrânia à medida que o clima mais frio se aproxima.

A usina nuclear, que é a maior da Europa, está sob controle russo desde março. Os confrontos em torno do complexo provocaram preocupação generalizada e temores de um desastre.

A Ucrânia acusou as tropas russas de usar a usina como escudo, arriscando um desastre potencial na usina. O Kremlin, por sua vez, acusou repetidamente as forças ucranianas de bombardear o local.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Rússia não reconhece risco de acidente em usina nuclear da Ucrânia, afirmam EUA no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.