Cientistas exploram tempero de larva-da-farinha para simular gosto de carne


Você gostaria de adicionar um pouco de tempero em pó de larva-da-farinha à sua comida?

É uma pergunta que você ouvirá em breve ao redor da mesa, ou pelo menos essa é a esperança dos cientistas da Universidade Wonkwang, na Coreia do Sul.

Pesquisadores In Hee Cho e Hyeyoung Park apresentaram um aromatizante de carne de larva-da-farinha na reunião de outono da American Chemical Society, de acordo com um comunicado de imprensa divulgado na quarta-feira. Sua pesquisa, dizem eles, é uma resposta às demandas alimentares de uma população mundial crescente e à iminente crise climática.

“O mercado global de alimentos continua crescendo, mas ainda há a necessidade de explorar novos materiais alimentares e/ou desenvolver novos produtos alimentícios porque os recursos alimentares estão se esgotando gradualmente”, disse Cho em entrevista coletiva publicada na conta do YouTube da American Chemical Society.

Os insetos são “verdadeiramente ecológicos e mais eficientes em comparação com o gado típico”, disse Cho.

E são uma boa fonte de proteína.

Apesar de seus benefícios ecológicos e nutricionais, as larvas-da-farinha ainda enfrentam um desafio que as impede de encontrar facilmente o caminho para as refeições: o fator nojento. As larvas-da-farinha simplesmente enojam os clientes, disse Cho.

“Muitos consumidores não gostam de sua aparência física”, disse ele na entrevista coletiva. “Assim, a maioria dos insetos foi usada em forma triturada ou em pó como aditivo alimentar.”

A pesquisa de Cho e Park se concentrou nas possibilidades de sabor associadas ao pó de larva-da-farinha, explorando como diferentes maneiras de cozinhar podem produzir diferentes sabores que podem tornar os insetos mais atraentes para comer.

Especificamente, os pesquisadores temperaram as larvas-da-farinha com aminoácidos, alho em pó, cebola em pó e cogumelos em pó e experimentaram diferentes métodos de cozimento.

Em última análise, seu objetivo era aperfeiçoar um sabor “carnudo” que parecesse satisfatório e familiar para os consumidores. As pessoas que tentam reduzir a ingestão de carne podem usar um aditivo de larva-da-farinha para satisfazer seus desejos de carne, por exemplo.

Aquecer as larvas-da-farinha com açúcar produziu o sabor “carnudo” mais popular, conforme avaliado por voluntários que testaram as diferentes formulações. Os cientistas esperam que seu trabalho “contribua para o desenvolvimento comercial de aromas e condimentos semelhantes à carne e saborosos, e encoraje a indústria de alimentos preparados a incluir insetos comestíveis em seus produtos”.

“A criação de insetos requer apenas uma fração de terra, água e ração em comparação com a pecuária tradicional”, disse Cho. “Insetos comestíveis são superalimentos.”

Este conteúdo foi originalmente publicado em Cientistas exploram tempero de larva-da-farinha para simular gosto de carne no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.