Príncipe Harry e Meghan adotam cachorro vítima de abusos por centro de pesquisa


O beagle Mamma Mia, um dos cerca de 4 mil beagles resgatados da Envigo, centro de pesquisas farmacêuticas e testes com animais, recebeu um novo lar de mais de 28 mil metros quadrados na Califórnia.

O Príncipe Harry e sua esposa Meghan Markle, Duquesa de Sussex, foram pessoalmente ao Beagle Freedom Project – organização sem fins lucrativos de Valley Village em Los Angeles, EUA, que resgata diversas espécies de animais, muitos dos quais eram usados como cobaias em laboratórios.

A Envigo, que mantinha milhares de beagles em cativeiro, foi processada pela corte federal americana em maio deste ano devido a uma série de violações como superlotação e condições sanitárias insalubres.

Inspetores oficiais alegaram que os cachorros não recebiam cuidados veterinários simples, eram alimentados com comida estragada e frequentemente morriam. A Inotiv, empresa de testes com animais e que comprou a Envigo em novembro de 2021, também está envolvida em escândalos de abusos contra animais.

Após o processo, a Envigo encerrou as operações com os beagles. O governo federal americano autorizou o envio dos animais à Sociedade Humana dos Estados Unidos.

A duquesa Meghan esteve envolvida em resgate de beagles por muitos anos e entrou em ação novamente quando soube do encerramento das atividades pela Envigo.

Dos milhares de cachorros regatados, 25 receberam abrigo pela Beagle Freedom Project, administrada por Shannon Keith. A pedido de Meghan, Mamma Mia, que tem 7 anos de idade e vários filhotes, foi a escolhida para ser adotada.

“A duquesa segurou Mia e disse ‘Vamos adotá-la!’”, disse Keith ao Los Angeles Times. “Não queremos um filhote de Natal. Queremos ajudar aqueles mais velhos”, afirma, uma vez que animais mais velhos enfrentam dificuldades para serem adotados.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Príncipe Harry e Meghan adotam cachorro vítima de abusos por centro de pesquisa no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.