Prefeitura de SP recomenda máscaras para combate à varíola dos macacos


A Prefeitura de São Paulo determinou, nesta quarta-feira (24), as medidas sanitárias para prevenção e controle da varíola dos macacos. Entre as recomendações para a população está o uso de máscara de proteção facial cobrindo boca e nariz.

Estabelecimentos comerciais

Foi elaborado um guia de prevenção para os estabelecimentos de prestação de serviços, como restaurantes, supermercados, salões de beleza, academias, hotéis e motéis.

A definição das recomendações ficou a cargo do comitê técnico operacional, que foi implementado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) da capital paulista.

“A recomendação é que as medidas já adotadas durante a pandemia de Covid-19, como higienização frequente de superfícies, disponibilização de recipientes abastecidos com álcool em gel 70% ou de pias com água e sabão para lavagem das mãos, sejam reforçadas”, informou a Prefeitura, em nota.

O guia completo com as medidas de prevenção para estabelecimentos pode ser acessado neste link.

Escolas

O comitê da SMS ainda não concluiu a definição dos protocolos sanitários que deverão ser seguidos nas escolas.

“Estamos trabalhando no detalhamento das diretrizes, mas, de forma geral, a orientação é que pais ou responsáveis não encaminhem seus filhos à escola caso a criança apresente qualquer suspeita de sinal ou sintoma de monkeypox, como lesões na pele associadas ou não a febre, ínguas, cansaço e dores de cabeça, musculares e nas costas e procurem imediatamente a Unidade Básica de Saúde [UBS] mais próxima de casa para avaliação”, afirmou a médica Melissa Palmieri.

População em geral

A Prefeitura da capital paulista destaca que o atendimento para a população em geral com casos suspeitos de infecção vem sendo realizada na rede municipal de saúde, como Unidades Básicas de Saúde (UBSs), prontos-socorros e prontos atendimentos.

A SMS recomenda que a população se previna através das medidas a seguir:

  • Evitar contato íntimo, como beijar, abraçar ou manter relações sexuais com pessoas que tenham erupções cutâneas e ou que tenha tido diagnóstico confirmado para monkeypox;
  • Usar máscara (cobrindo boca e nariz) para proteção contra gotículas e saliva;
  • Não compartilhar roupas de cama, toalhas, talheres, copos, brinquedos e objetos de uso pessoal;
  • Higienizar frequentemente as mãos com água e sabão ou álcool em gel.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Prefeitura de SP recomenda máscaras para combate à varíola dos macacos no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.