Carro de 007 que pertenceu a Sean Connery é vendido por US$ 2,4 milhões


Um Aston Martin DB5 prata que pertenceu ao ator Sean Connery foi vendido em um leilão na última quinta-feira (16) por US$ 2,4 milhões.

É um modelo de 1964, o tipo de carro que o agente secreto britânico James Bond dirigia nos filmes dos anos 1960 quando era interpretado por Connery.

Bond foi vivido por vários atores e conduziu modelos diferentes nos mais de 20 filmes da série. Há um pouco de tudo, incluindo BMWs, Bentleys, Chevrolets e Fords. Mas o de 1964 continua sendo o “Bond car” mais conhecido.

O modelo dirigido por Connery pela primeira vez no filme “007 Contra Goldfinger”, de 1964, era um Aston Martin DB5 repleto de engenhocas como metralhadoras, um assento ejetor e um liberador de óleo na pista. No início de 2018, mais de 50 anos após o filme, Connery comprou um DB5 de 1964 para uso pessoal – mas sem as armas e traquitanas do carro das telas. Foi o único DB5 que pertenceu ao ator. Connery morreu quase dois anos mais tarde, aos 90 anos.

Ao preço de US$ 2,4 milhões, a venda incluiu taxas para a empresa de leilões Broad Arrow e arrecadou mais do que o previsto. O nome do comprador não foi revelado. A empresa contava com um preço final entre US$ 1,4 e 1,8 milhão no leilão para colecionadores em Monterey, Califórnia. O leilão é uma das várias ações de venda de carros para colecionadores durante a Monterey Car Week, uma série anual de eventos na Península de Monterey, na Califórnia.

Um Aston Martin DB5 de 1964 na condição praticamente intocada do modelo de Connery vale, em geral cerca, de US$ 1 milhão, de acordo com a seguradora de automóveis clássicos e promotora de eventos Hagerty, que recentemente comprou a Broad Arrow.

Os DB5s diretamente ligados aos filmes de James Bond valem bem mais que isso. Um DB5 cheio de engenhocas, que foi usado para promover o lançamento original do filme, foi vendido por US$ 6,4 milhões em 2019.

Ao longo da vida, Connery disse várias vezes aos filhos que tinha boas lembranças da experiência de dirigir o Aston Martin em filmes, segundo contou o filho Jason Connery numa entrevista. Quando adultos, os filhos sugeriram ao ator que comprasse um modelo, mas ele resistia à ideia.

“Ele dizia que não queria porque ia parecer meio óbvio, aquele carro com ele”, contou Jason Connery. “Eu falei pra ele deixar disso, que a questão não era essa”.

Barney Ruprecht, especialista em Aston Martin da Broad Arrow que foi consultor de Connery para a compra, aconselhou o ator a não adquirir um carro que precisasse de restauração, uma vez que o trabalho provavelmente levaria uns dois anos. Portanto, ele e Connery procuraram um carro que estivesse no estado mais perfeito possível. O carro permanece assim, de acordo com Ruprecht, com apenas alguns vincos no couro do assento, uma prova de que alguém se sentou nele.

Ator Sean Connery morreu em outubro de 2020, aos 90 anos
Ator Sean Connery morreu em outubro de 2020, aos 90 anos / Danny Lawson/PA Images via Getty Images

Depois de Connery comprar o carro, ele o repintou, mudando da cor preta para Snow Shadow Grey, o cinza que é o mais próximo da cor do carro do filme.

Mas, depois da reforma, o escocês teve pouco tempo para curtir a máquina.

“Infelizmente, quando ele ficou mais velho, viajar, especialmente para a Europa, ficou mais difícil; daí veio a Covid-19…”, lamentou Jason Connery. “Infelizmente, ele nunca realmente conseguiu desfrutar do carro que comprou”.

O modelo foi mantido por Connery em sua casa na Suíça, de acordo com Jason Connery. Ele era tão apaixonado pelo veículo que tinha uma foto dele em sua mesa.

Uma parte substancial dos rendimentos da venda irá apoiar o Connery Family Philanthropy Fund, de acordo com o grupo Broad Arrow. Além do próprio carro, o comprador ganhou um passeio no carro do famoso piloto aposentado de Fórmula 1 Jackie Stewart.

Stewart, como Connery, é escocês, e os dois foram amigos durante décadas.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Carro de 007 que pertenceu a Sean Connery é vendido por US$ 2,4 milhões no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.