FDA autoriza vacina da Novavax contra Covid para uso emergencial em adolescentes


A Food and Drug Administration (FDA), agência dos EUA semelhante à Anvisa, autorizou o uso emergencial da vacina contra Covid-19 da Novavax em adolescentes. Esta é a quarta vacina contra o coronavírus disponível nos Estados Unidos e, diferentemente das demais, utiliza uma tecnologia baseada em proteínas.

O imunizante foi autorizado para a aplicação em adultos em julho. Agora, também estará disponível com duas doses para adolescentes de 12 a 17 anos.

Nesta faixa etária, “no geral, a eficácia clínica da vacina é de cerca de 80%”, disse Silvia Taylor, vice-presidente sênior de assuntos corporativos globais da Novavax. A vacina mostrou 90% de eficácia global em adultos.

A Novavax anunciou no início de julho que a vacina mostra uma resposta imune “ampla” às variantes atualmente circulantes, incluindo as subvariantes Omicron BA.4 e BA.5.

“Uma das coisas que acreditamos que torna nossa vacina única é que realmente vemos uma resposta imune muito boa contra variantes. Então, se você pensar na vacina que já autorizamos e que estamos falando agora que será autorizada para adolescentes, na verdade vemos uma boa resposta imune contra Ômicron, incluindo BA.1 e BA.5”, disse Taylor.

As vacinas à base de proteínas usam uma abordagem mais tradicional do que as vacinas de mRNA, ensinando o sistema imunológico a reconhecer pequenas partes modificadas do vírus que a vacina visa. O imunizante foi criado a partir de uma sequência genética da cepa original do coronavírus. A tecnologia também é usada para vacinas para doenças como hepatite B e coqueluche.

Taylor disse à CNN que ter uma vacina contra o coronavírus à base de proteínas disponível ajuda a dar mais opções aos adolescentes.

Cerca de 60% – ou 15,2 milhões – de todos os jovens de 12 a 17 anos nos EUA estão totalmente vacinados contra o Covid-19, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA.

“Acreditamos fundamentalmente que as pessoas querem uma escolha nas vacinas que podem tomar para si mesmas, e especialmente nesta população da qual estamos falando para crianças”, disse Taylor. “Então, achamos que esse tipo de tecnologia tranquilizadora que é compreendida, combinada com os altos níveis de eficácia e o perfil de segurança bem tolerado, pode ajudar a aumentar o número de vacinação em crianças”.

Com a aprovação do uso emergencial em adolescentes, agora a Novavax planeja ter dados de testes sobre o uso da vacina entre crianças menores de 12 anos.

“Recentemente, iniciamos um teste que estamos chamando de ‘Hummingbird’, que é um estudo de Fase 2b/3 de efetividade, além de também estar claramente analisando a segurança, e terá três cortes de idade”, afirmou Taylor, referindo-se a grupos de crianças de 6 a 11 anos, 2 a 5 anos e 6 meses a 23 meses.

“No primeiro grupo de crianças, esse experimento já foi iniciado, e isso é para crianças de 6 a 11 anos”, disse Taylor. “Esperamos esses resultados no início de 2023”.

A Novavax está trabalhando em uma versão atualizada de sua vacina que visa especificamente a variante Ômicron e suas subvariantes – a empresa pode solicitar autorização ainda este ano.

“Nossa intenção é solicitar autorização de uma forma bivalente contendo BA.5 de uma vacina no quarto trimestre deste ano”, disse Taylor.

“Isso é consistente com a abordagem que outros fabricantes estão seguindo”, acrescentou.

Este conteúdo foi originalmente publicado em FDA autoriza vacina da Novavax contra Covid para uso emergencial em adolescentes no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.