Philips surpreende e anuncia saída de presidente-executivo


A holandesa Philips anunciou inesperadamente nesta terça-feira (16) a saída do presidente-executivo Frans van Houten, em meio a um grande recall de produtos que reduziu pela metade seu valor de mercado no ano passado.

A Philips disse que Van Houten será substituído em 15 de outubro por Roy Jakobs, chefe dos negócios de Connected Care da empresa, antes do término do seu terceiro mandato, em abril.

“O conselho supervisor e o atual presidente-executivo da Philips, Frans van Houten, concordaram que, com o fim de seu terceiro mandato à vista, é a hora certa para a mudança de liderança”, disse a Philips em comunicado.

Uma assembleia especial de acionistas ocorrerá em 30 de setembro para nomear Jakobs, que ingressou na empresa em 2010.

As ações da Philips subiam cerca de 2% Amsterdã, mas ainda caíram mais de 50% desde que chocou os investidores em junho de 2021 ao fazer o recall de 5,5 milhões de equipamento usados ​​para tratar de apneia do sono.

A espuma usada para isolar o som pode se degradar e emitir partículas que irritam as vias aéreas, enquanto os gases liberados pela espuma também podem ser tóxicos ou trazer riscos de câncer, disse a empresa na época.

Embora esse golpe na reputação da Philips pudesse tê-la levado a escolher um estranho para o cargo mais alto, o presidente do conselho de supervisão, Feike Sijbesma, disse que Jakobs é o homem certo para resolver os problemas da empresa.

“Ele tem uma vasta experiência internacional e aumentou o perfil de crescimento dos negócios que liderou”, disse Sijbesma.

A Philips agora se concentra em equipamentos de diagnóstico por imagem, monitoramento e diagnóstico e concorre com a General Electric e a Siemens Healthineers.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Philips surpreende e anuncia saída de presidente-executivo no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.