Lula e Bolsonaro comparecem a eventos para tratar sobre a economia


O ex-presidente Lula (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) participaram nesta semana de eventos para tratar sobre a economia.

O petista se reuniu com empresários na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), onde foi questionado sobre as reformas administrativa e tributária. Sem dar detalhes, disse que em um eventual novo mandato dará andamento às duas propostas.

“Vamos ter que fazer uma reforma administrativa, sim. Tem pouca gente ganhando muito e muita gente ganhando pouco. É preciso moldar a burocracia a uma nova cultura”, afirmou.

O ex-presidente também criticou o pacote de benefícios promovido pelo governo federal às vésperas das eleições.

“Vamos concorrer a uma eleição vendo um dos adversários, para não citar nomes, fazendo a maior distribuição de dinheiro que uma campanha política já viu desde o fim do Império. Faltando 56 dias para as eleições, resolve fazer uma distribuição de R$ 50 e poucos bilhões em benefícios que têm duração até dezembro”, destacou.

O presidente Jair Bolsonaro, principal adversário de Lula nas eleições, também dedicou a agenda para tratar de temas relacionados à economia. Ele participou nesta terça-feira (9) de três eventos em São Paulo cujo foco era conquistar o apoio de setores importantes, como o agronegócio e o mercado imobiliário.

Bolsonaro também participou do lançamento de um novo serviço da Caixa Econômica Federal voltado às mulheres e aproveitou a ocasião para divulgar o início do pagamento do novo auxílio emergencial, que agora é de seiscentos reais.

O chefe do Executivo falou ainda sobre o resultado do IPCA de julho, que registrou a primeira queda da inflação em dois anos.

“O que mais pode prejudicar um país senão a excessiva carga tributária? Fomos buscar soluções, conseguimos aprovar com a maioria do Parlamento, o teto do ICMS para os essenciais: combustíveis, energia elétrica, comunicações e transportes. Todos estão sentindo que estão acontecendo coisas boas”, avaliou.

“Acabou de ser anunciado agora uma deflação, e tenho certeza que no mês que vem tem outra deflação, juntamente com o anúncio do crescimento no número de empregos”, pontuou.

Debate

As emissoras CNN e SBT, o jornal O Estado de S. Paulo, a revista Veja, o portal Terra e a rádio NovaBrasilFM formaram um pool para realizar o debate entre os candidatos à Presidência da República, que acontecerá no dia 24 de setembro.

O debate será transmitido ao vivo pela CNN na TV e por nossas plataformas digitais.

*com informações de Adriana de Luca, da CNN

(publicado por Tiago Tortella, da CNN)

Este conteúdo foi originalmente publicado em Lula e Bolsonaro comparecem a eventos para tratar sobre a economia no site CNN Brasil.