Bolsonaro usa internet para não ter contraponto, diz presidente do Instituto Locomotiva


O presidente do Instituto Locomotiva, Renato Meirelles, em entrevista à CNN, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (PL) usa a internet para não ter contraponto em seus discursos. “É possível falar a versão independentemente de ela corresponder à verdade factual”, diz o especialista.

Segundo Meirelles, a entrada de André Janones na campanha do ex-presidente Lula tem efeitos diretos e imediatos. “Ele (Janones) é muito forte nas redes sociais. [O político] dialoga muito bem no Facebook, Instagram, com uma capacidade de engajamento muito maior para esse eleitorado médio.”

O presidente do Locomotiva cita ainda o apoio da cantora Anitta como um ponto a favor do ex-presidente. “Ela é uma das brasileiras com mais presença nas redes sociais e, com seu eleitorado jovem indeciso, a artista abriu espaço para uma participação do candidato”.

De todo modo, o especialista acha que as redes sociais são importantes para o eleitor que já escolheu o seu voto, “o mais engajado”.

“Quanto menos engajado é o eleitor, mais importante é o papel do jornalismo profissional de informar as pessoas. […] O fato de os dois lideres da pesquisa relutarem em participar dos debates é algo ruim. É ruim para possibilitar a população saber mais profundamente sobre a plataforma de cada candidato, mas, principalmente, colocar em confronto duas histórias de um [mesmo] país”.

(Veja a entrevista completa no vídeo acima)

Este conteúdo foi originalmente publicado em Bolsonaro usa internet para não ter contraponto, diz presidente do Instituto Locomotiva no site CNN Brasil.