De virada, Athletico-PR vence e impõe 3ª derrota seguida ao Galo no Brasileirão


Com atenções divididas em função da participação na Copa Libertadores, o Atlético-MG voltou a tropeçar no Campeonato Brasileiro. Neste domingo (7), perdeu por 3 a 2 para o Athletico-PR, no Mineirão, em partida válida pela 21ª rodada. Vitor Roque, autor de dois gols para o time paranaense brilhou, mas quem decidiu o duelo, no minuto final, foi Canobbio. Igor Rabello e Pavón marcaram os outros gols da partida.

O resultado representa o quinto jogo sem vitória do Atlético-MG, sendo quatro deles pelo Brasileirão, assim como a terceira derrota seguida no torneio nacional. Com isso, de candidato ao título, despencou para o sétimo lugar, com 32 pontos, a 13 do líder Palmeiras, e hoje fora da zona de classificação à próxima edição da Copa Libertadores. Além disso, ainda não venceu neste início da terceira passagem de Cuca pelo clube, que comandou o time em três jogos.

Já o Athletico-PR, com a importante vitória, segue dentro do G4, agora com 37 pontos, na quarta posição. E completou o quarto jogo sem perder na temporada, mesmo tendo atuado cheio de reservas no Mineirão.

Como foi o jogo

Envolvidos em confrontos pelas quartas de final da Libertadores, Atlético-MG e Athletico-PR deixaram, ao menos nas escalações, a disputa pelas primeiras posições do Brasileirão em segundo plano. Assim, iniciaram o confronto no Brasileirão cheios de reservas em suas formações.

No Atlético-MG, Cuca colocou em campo apenas três jogadores com status de titulares: Everson, Nathan Silva e Allan, que estava suspenso no primeiro duelo pela Libertadores com o Palmeiras. Assim, abriu espaço para reforços disputarem o primeiro duelo como titulares desde a chegada a Belo Horizonte, casos de Pavón e Pedrinho. Além disso, Dodô, escalado na lateral esquerda, não iniciava uma partida desde fevereiro. Já no Athletico-PR, Felipão só usou o goleiro Bento do seu time-base.

E com tantos reservas em campo, os times fizeram um primeiro tempo morno no Mineirão. O Atlético-MG teve mais posse de bola e finalizações, mas sem conseguir controlar o duelo ou mesmo pressionar o Athletico-PR, pois errava passes e não exibia muita intensidade na marcação ou no setor ofensivo. E levou um susto aos 21 minutos, em contra-ataque, com Vitinho chutando forte, para boa defesa de Everson.

Ainda assim, o Atlético-MG esteve mais presente ao campo de ataque. Ameaçou aos dez, quando, após jogada iniciada por Dodô, Vargas finalizou, parando em Bento. E abriu o placar aos 29 minutos. Nacho Fernández cobrou falta da intermediária e Igor Rabello testou para as redes: 1 a 0.

Na retomada do segundo tempo, Cuca reforçou a marcação do Atlético-MG ao trocar Pedrinho por Rubens. Mas nem deu tempo de ajustar a nova formação. No primeiro minuto, Vitor Roque recebeu passe de costas, girou sobre Nathan Silva, cortou o zagueiro e bateu forte, acertando o ângulo da meta do Galo.

O gol levou o Atlético-MG imediatamente ao ataque, com Dodô finalizando de três dedos e vendo Bento espalmar para o alto. E o gol não demorou a sair. Aos 8, o chute de Rubens bateu em Nico Hernández e sobrou para Pavón. Na grande área, ele ajeitou para o pé direito e bateu com força para marcar pela primeira vez com a camisa do Galo.

Só que o segundo tempo era eletrizante. E Vitor Roque voltou a aparecer aos 10 minutos. Dessa vez, Orejuela recebeu na direita e cruzou rasteiro. O atacante se antecipou e, na primeira trave, finalizou alto para fazer 2 a 2.

Então, para manter o nível elevado do duelo, os treinadores começaram a acionar titulares que estavam nos bancos, casos de Jair, Keno e Hulk, no Galo, e Khellven, Canobbio, este na vaga do lesionado Vitor Roque, e Cuello, no Athletico-PR.

O Atlético-MG foi quem mais atacou, mas pouco ameaçou, a não ser por um chute da intermediária de Allan. Bem postado defensivamente, o Athletico-PR chegou com perigo em um contra-ataque, com Vitor Bueno. E conseguiu definir a sua vitória no último lance do jogo.

Aos 50 minutos, Alex Santana achou Khellven na direita. Ele entrou na área, cortou seu marcador e tocou para Canobbio mandar para as redes: 3 a 2 e grande vitória do Athletico-PR no Mineirão, palco da terceira derrota seguida do Galo no Brasileirão.

Agenda

Agora, os times voltam suas atenções de vez para os duelos de volta das quartas de final da Libertadores, ambos fora de casa. O Atlético-MG vai visitar o Palmeiras na quarta-feira (10), no Allianz Parque. No dia seguinte, o Athletico-PR estará na Argentina para encarar o Estudiantes.

Este conteúdo foi originalmente publicado em De virada, Athletico-PR vence e impõe 3ª derrota seguida ao Galo no Brasileirão no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.