Ministério da Justiça cobra explicações sobre suposta toxina em balas Skittles


O Ministério da Justiça e Segurança Pública notificou a empresa MasterFoods Brasil Alimentos, por meio da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), a convocar o recall das balas coloridas Skitlles, pela suposta presença da toxina dióxido de titânio, imprópria para o consumo humano.

De acordo com o ministério, a notificação foi realizada na terça-feira (2) e a fabricante tem a opção de prestar esclarecimentos, em 72 horas, sobre a possibilidade de eventuais riscos à saúde e à segurança dos consumidores.

Segundo a pasta, a decisão foi motivada por notícias na imprensa de que o fabricante nos Estados Unidos está sendo processado por causa da presença da toxina no produto. Segundo veiculado, estudos apontam para riscos à saúde e, na Europa, os produtos estariam passando por uma eliminação gradual do dióxido de titânio, sendo que o uso foi proibido nos países da União Europeia.

A portaria do ministério que trata sobre recall determina que o fornecedor que tomar conhecimento da possibilidade de terem sido introduzidos, no mercado de consumo brasileiro, produtos ou serviços que apresentem nocividade ou periculosidade, deverá, no prazo de 24 horas, comunicar à secretaria o início de investigações.

O documento também determina que, concluída a investigação, deverá apresentar comunicado com os motivos pelos quais, se for o caso, não será necessário iniciar campanha de chamamento (recall).

A CNN entrou em contato com a empresa MasterFoods Brasil Alimentos, que enviou uma nota. Veja abaixo:

A segurança é de suma importância para nós. O dióxido de titânio é um corante comum amplamente utilizado em muitas indústrias e em produtos de uso diário, incluindo muitos alimentos. Por muitas décadas, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprova o uso seguro de dióxido de titânio e o uso em SKITTLES® está em total conformidade com as regulamentações. Embora não comentemos eventuais litígios pendentes, todos os ingredientes dos nossos produtos são seguros e fabricados em conformidade com os rigorosos requisitos de qualidade e segurança estabelecidos pelos órgãos reguladores de segurança do alimento, incluindo a ANVISA e o FDA (Food and Drug Administration – Agência de Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos).

Este conteúdo foi originalmente publicado em Ministério da Justiça cobra explicações sobre suposta toxina em balas Skittles no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.