Sem dados de seis estados e DF, média móvel de casos da Covid-19 cresce no Brasil


Mesmo sem os dados de seis estados e do Distrito Federal, a média móvel de casos de Covid-19 na semana encerrada neste sábado (16) registrou um crescimento de 3,3% em relação à média móvel da semana anterior (03/07 a 09/07). Os números foram divulgados neste sábado (16) pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Segundo o Conass, além do Distrito Federal, os estados do Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Roraima e Tocantins mantiveram os números do dia anterior “por problemas técnicos no acesso às bases de dados dos sistemas de informação”.

Na sexta-feira (15), a média móvel de mortes, que considera os últimos sete dias, chegou a 250. A última vez que o indicador esteve acima de 250 foi em 25 de março deste ano, quando o índice ficou em 253.

Já neste sábado, a média móvel de mortes encerrou em 249 mortes por Covid-19 em sete dias. Este número representa uma redução de -0,6% em relação à média móvel desta sexta-feira (sexta e mais os seis dias anteriores) e um crescimento de 2,7% em relação à média móvel da semana anterior (03/07 a 09/07).

Esses números permitem o acompanhamento da situação epidemiológica sem eventuais distorções causadas por possível subnotificação aos fins de semana ou problemas no acesso às bases de dados.

De acordo com os dados do Conass, o Brasil registrou, nas últimas 24 horas, 205 mortes e 40.149 infecções pelo coronavírus.

Com a atualização, o país soma 675.295 vítimas fatais e 33.290.266 casos de Covid-19 desde o início da pandemia, em março de 2020.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Sem dados de seis estados e DF, média móvel de casos da Covid-19 cresce no Brasil no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.