Stranger Things: Atores de Eddie e Vecna contam à CNN bastidores da 4ª temporada


Há duas semanas, foram lançados os últimos dois episódios da quarta temporada de “Stranger Things”.

A série, responsável pelos maiores números de audiência da Netflix, também é sucesso absoluto no Brasil.

De acordo com os dados do Google Trends, os atores Joseph Quinn e Jamie Campbell Bower, que entraram para “Stranger Things” nesta temporada e interpretam respectivamente os personagens Eddie e Vecna, são os nomes mais procurados pelos brasileiros em pesquisas relacionadas à franquia.

Neste mês, Eddie e Vecna visitaram São Paulo e conversaram com o Popverso CNN sobre a quarta temporada.

“Eu definitivamente já era um fã. Acho que como todo mundo, estava totalmente encantado pela primeira temporada. Aí assisti a segunda, a terceira e entrar [para “Stranger Things”] é muito surreal. Ainda é muito surreal”, relatou Joseph, ou Joe.

O sentimento de deslumbre é compartilhado entre os novatos da série. Jamie classificou como “muito estranho” o sentimento ao ter sido convidado para interpretar o “irmão” e antagonista de Eleven: “Não parece que é a vida real.”

O personagem de ambos foram essenciais para a construção da temporada. No caso de Eddie, a trama toda é puxada a partir da morte da líder de torcida Chrissy Cunningham – da qual o jovem metaleiro é acusado.

Enquanto isso, Vecna, o vilão do mundo invertido e 001 do projeto do Dr. Martin Brenner, revela-se o responsável pelas mortes e todas as atormentações recentes da cidade fictícia de Hawkins.

Uma notícia dos bastidores da série que movimentou as redes sociais foi o fato de Jamie utilizar maquiagem, e não computação gráfica, na construção de Vecna. “Eram cerca de sete horas e meia para colocar a coisa toda e gravar por 10 horas, e aí outra hora e meia para remover tudo”, contou.

“Para ir ao banheiro tinha, tipo, um zíper nas calças, e eu estava usando uma tanga, então, você sabe, provavelmente estou oversharing. É, vamos deixar assim”, brincou Jamie.

Já um dos destaques do personagem Eddie nesta temporada é a cena na qual ele toca a guitarra da música “Master of Puppets, do Metallica.

A própria banda ficou impressionada com a cena e a repercussão da música. “É uma honra incrível ser uma parte tão importante da jornada de Eddie e mais uma vez fazer companhia a todos os outros artistas incríveis que participaram da série”, afirmou o Metallica, em comunicado.

Joe Quinn contou que ele toca guitarra desde que era criança, o que ajudou na gravação da cena. Mas a trilha utilizada na série foi gravada por outro músico, no caso, o filho do baixista do Metallica, Robert Trujillo.

“Eu tinha alguns fundamentos ali. Mas nas partes mais difíceis não era eu não”, contou Quinn.

Mari Palma, do Popverso CNN, em entrevista com Jamie Campbell Bower e Joseph Quinn,”Vecna” e “Eddie”, de “Stranger Things” / Netflix / CNN

Contracenando com os protagonistas

Ao longo da quarta temporada, Jamie gravou suas principais cenas contracenando ou com Sadie Sink, que interpreta Max, enquanto a personagem era atormentada por Vecna em sua mente. Ou com Millie Bobby Brown, a Eleven, a responsável por mandá-lo para o mundo invertido.

“Era incrível. São atrizes muito diferentes, pessoas muito diferentes”, relembra o ator.

“Millie estava apavorada com o Vecna quando o viu pela primeira vez. Nós obviamente trabalhamos juntos fazendo coisas quando eu interpretava Henry, na forma humana, então formamos uma amizade verdadeira”, ele revelou.

“Então, estar como Vecna na frente dela, acho que foi muito chocante, de uma maneira interessante. Ela é muito vulnerável e aberta como pessoa”, acrescentou.

Em uma entrevista à Variety, foi revelado que algo que ajudou Millie a perder o “medo” de Vecna foi sentir o cheiro de cigarro, já que Jamie é fumante.

Jamie Campbell Bower como Vecna na quarta temporada de “Stranger Things” / Steve Dietl/Netflix

Já em relação às cenas com Max, Jamie disse que apesar de Sadie “também ser muito vulnerável e aberta”, a personagem era “durona”.

“Elas exigiam formas diferente de formas de manipulação emocional. Com Sadie e Max foi mais agressivo, como se eu tivesse que me esforçar um pouco mais e tentar ferrar com ela, enquanto com Mills foi como se ela estivesse apenas apavorada”, disse Jamie.

Por outro lado, as principais cenas desenvolvidas por Joe Quinn como Eddie não foram destaque pelo confronto de personagens, mas pelo enlace emocional deles.

A principal delas retrata os últimos momentos de Eddie, que morreu nos braços de Dustin, interpretado por Gaten Matarazzo, após uma batalha contra “demobats”, os morcegos do mundo invertido.

Joseph Quinn, como Eddie Munson, na quarta temporada de “Stranger Things” / Netflix / Cortesia

“[A última cena] foi bem estranha. Nós filmamos essa cena meio no final de uma noite de gravações, depois de eu ficar cerca de 3 horas brigando com demobats”, relembra Joe.

“Aí fui para o departamento de maquiagem, […], e então nós filmamos essa cena já eram quase 4h30 da manhã, quando o sol já estava nascendo”, acrescenta.

Ele conta que a cena teve de receber tratamento no estúdio separadamente para os closes dele e de Gaten. “Nós dois ficamos muito aliviados [quando terminou] por tirar aquele peso de nossas costas, porque esse tipo de cena é meio que [faz cara de assustado]”, completou Joe.

“Um mundo invertido vermelho”

Jamie Campbell Bower (esq.) e Joseph Quinn (dir.),”Vecna” e “Eddie”, de “Stranger Things”, em entrevista ao Popverso CNN / Netflix / Reprodução

Se fossem criar uma outra dimensão, seu próprio mundo invertido, Jamie e Joe concordaram que ele seria vermelho.

“É, vamos ter um mundo vermelho. Vermelho sangue. Ok, apenas um mundo vermelho. Você acha que seria um lugar tranquilo ou seria tortuoso?”, questiona Joe.

“Carnudo”, retruca Jamie.

“É, carnudo parece bom. Carnudo e vermelho, fim”, conclui Joe.

Cantando “Evidências” e jogo do São Paulo

Os dois atores não resumiram a passagem pelo Brasil para conversar com a imprensa.

Eles também puderam se encontrar com os fãs e foram flagrados em um momento “fim de festa” ouvindo abraçados a clássica “Evidências”, de Chitãozinho & Xororó.

Jamie e Joe ainda passearam pela região central da capital paulista.

Em uma parada na Galeria do Rock, eles escolheram discos que teriam músicas “para protegê-los do Vecna”.

Enquanto Joe escolheu o álbum “The Party Album”, do grupo holandês de Eurodance, Vengaboys, Jamie foi mais clássico e escolheu o “Kind of Blue”, da lenda do jazz Miles Davis.

Joseph Quinn (esq.) e Jamie Campbell Bower (dir.), “Eddie” e “Vecna” de Stranger Things, posam com seus discos favoritos na Galeria do Rock, no centro de São Paulo / Netflix / Reprodução

Vale destacar que Jamie ainda teve tempo de passar no estádio Morumbi para assistir a um jogo do São Paulo.

Pé quente, o ator britânico presenciou a goleada por 4 a 1 do Tricolor contra o Universidad Católica, pela Sul-Americana.

O São Paulo, inclusive, não perde desde que Jamie foi assistir ao time. 

Este conteúdo foi originalmente publicado em Stranger Things: Atores de Eddie e Vecna contam à CNN bastidores da 4ª temporada no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.