Disney anuncia lançamento de títulos sobre grupo pop sul-coreano BTS em streaming


A Disney está para trazer a BTS para os seus serviços de streaming, acrescentando a maior banda do mundo à sua lista de estrelas digitais.

Em um anúncio partilhado primeiro com a CNN Business, o gigante do entretenimento disse na segunda-feira que acrescentaria à Disney+ novos programas originais com membros do grupo pop sul-coreano.

Isso resultará em cinco novos títulos com a HYBE, a empresa de gestão da BTS, anteriormente conhecida como Big Hit Entertainment.

Pelo menos dois dos novos títulos serão gravados com toda a banda, incluindo um concerto especial gravado em Los Angeles e uma série de documentários nos bastidores. A Disney espera que este último estreie no próximo ano.

Em uma mensagem de vídeo gravada partilhada com a CNN Business, a banda disse estar ansiosa por mostrar aos fãs “um lado mais de perto e pessoal de nós”.

A BTS tem tido sucesso meteórico nos últimos anos, atraindo legiões de fãs em todo o mundo conhecidos como o “Exército”.

Recentemente, contudo, o grupo de sete pessoas anunciou que iria fazer uma pausa para explorar vários projetos, incluindo alguns solo.

A nova ligação com a Disney reflete isso mesmo. Um dos próximos títulos é um reality show que verá V, uma estrela do BTS, dirigindo-se de férias com outras celebridades coreanas, disse a companhia.

O documentário da banda também vai espreitar as suas vidas diárias “enquanto se preparam para o seu segundo capítulo”, disse Disney e HYBE em uma declaração conjunta.

Os termos do acordo não foram divulgados. A mudança mostra como a Disney está se concentrando nos talentos de topo à medida que continua perseguindo a Netflix e ganhando dinheiro com a recente onda de popularidade em torno do conteúdo e cultura coreanos.

No ano passado, por exemplo, fãs em todo o mundo zumbiram com “Round 6”, o sucesso sul-coreano da Netflix que se tornou o principal programa da empresa a nível mundial.

A Disney disse que também encontrou sucesso com títulos como “Snowdrop”, uma série coreana que se tornou recentemente um dos seus títulos mais vistos em toda a Ásia.

“Esta colaboração representa a nossa ambição criativa — trabalhar com criadores de conteúdos icônicos e estrelas de topo na Ásia-Pacífico para que o seu talento possa ser apreciado pelo público em geral de múltiplas formas”, disse Jessica Kam-Engle, chefe de conteúdos da Disney para a Ásia-Pacífico, em uma declaração.

“Acreditamos que estes novos títulos irão cativar os consumidores de todo o mundo e esperamos introduzir mais conteúdos musicais no nosso serviço.”

A mudança faz parte de uma grande expansão para conteúdos asiáticos anunciada pela empresa em outubro do ano passado. A empresa planeja dar luz verde a mais de 50 títulos originais da região até 2023.

O gigante de Hollywood disse na altura que estava encomendando novos títulos da Coreia do Sul, Japão, Austrália, Taiwan e Indonésia. Muitos dos programas serão apresentados em línguas locais, desde Bahasa Indonésia até Mandarim.

A Netflix também tem investido dinheiro no conteúdo original da língua asiática e divulgado o sucesso global dos seus programas coreanos e japoneses em particular.

Mas as ações da empresa têm enfrentado pressão nos últimos meses, depois de ter revelado em abril que tinha perdido assinantes pela primeira vez em uma década. As notícias reacenderam o debate sobre as perspectivas a longo prazo para o setor do streaming.

Os investidores, contudo, parecem mais calmos em relação à Disney. A empresa disse na sua mais recente apresentação de lucros, em maio, que tinha acrescentado mais assinantes Disney+ do que o esperado no último trimestre, elevando o seu total para 137,7 milhões.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Disney anuncia lançamento de títulos sobre grupo pop sul-coreano BTS em streaming no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.