Deputados britânicos anunciam que se irão se candidatar à sucessão de Boris Johnson


Os deputados britânicos Liz Truss e Rehman Chishti se juntaram à corrida para substituir Boris Johnson como líder do Partido Conservador e lançaram candidatura para o cargo de premier. Ambos anunciaram a intenção neste domingo (10).

Truss descreveu sua campanha em um editorial publicado no jornal “The Telegraph”, enquanto Chishti publicou a informação por meio do Twitter.

“Estou me colocando à frente porque posso liderar, entregar e tomar decisões difíceis. Tenho uma visão clara de onde precisamos estar, e a experiência e determinação para nos levar lá”, escreveu a deputada.

Chishti disse: “Para mim, trata-se de aspirações de conservadorismo, novas ideias, nova equipe para um novo começo, levando nosso grande país adiante”.

Na pauta principal de Truss está uma promessa de cortar impostos. “Sob minha liderança, eu começaria a cortar impostos desde o primeiro dia para tomar medidas imediatas para ajudar as pessoas a lidar com o custo de vida”, escreveu ela.

Truss ocupou vários cargos de gabinete, incluindo secretária de Relações Exteriores. Ela também foi a principal negociadora com a União Europeia no acordo do Brexit do Reino Unido.

Em seu editorial, Truss destaca sua experiência em política externa, além de sua experiência doméstica.

“Como secretária de Relações Exteriores, ajudei a liderar a resposta internacional à guerra de Putin na Ucrânia e entreguei um pacote de sanções duras que liderou o mundo, impondo dor real a Putin e ao Kremlin”, escreveu ela.

Truss e Chishti fazem parte de uma disputada cada vez mais lotada para substituir Johnson. Outros candidatos incluem o chanceler do Tesouro Nadhim Zahawi, o secretário de Transportes Grant Shapps, o ex-chanceler Rishi Sunak, o conservador sênior Tom Tugendhat, a procuradora-geral Suella Braverman, o ex-ministro da Igualdade Kemi Badenoch, o ex-secretário de Relações Exteriores Jeremy Hunt, o ex-secretário de Saúde Sajid Javid e a ministra do Comércio Penny Mordaunt.

Como a CNN informou anteriormente, os candidatos que concorrem à liderança passarão por rodadas de votação pelos legisladores conservadores até que restem apenas dois — quando os membros do Partido Conservador em todo o país votarão. O vencedor será o novo líder do partido — e o primeiro-ministro.

*Com informações de Baranjot Kaur, da Reuters

Este conteúdo foi originalmente publicado em Deputados britânicos anunciam que se irão se candidatar à sucessão de Boris Johnson no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.