Nadal desiste de semifinal de Wimbledon com lesão abdominal


As esperanças de Rafael Nadal de completar um ano raro de Grands Slams acabaram nesta quinta-feira (7). O espanhol desistiu de seu tão esperado confronto com o australiano Nick Kyrgios pela semifinal de Wimbledon com uma distensão abdominal.

“Infelizmente, tenho que desistir do torneio”, disse o espanhol desanimado a repórteres em uma coletiva de imprensa organizada às pressas, menos de 24 horas antes da partida.

“Como todo mundo viu ontem (nas quartas de final), eu tenho sofrido com dores abdominais. Eu sabia que algo não estava bem lá. Sim, isso está confirmado. Eu tenho uma ruptura no músculo do abdômen”, complementou o tenista de 36 anos, detentor do recorde masculino de 22 títulos de Grand Slam.

A desistência do espanhol faz Kyrgios se tornar o primeiro australiano a chegar à final masculina no All England Club desde Mark Philippoussis em 2003.

Kyrgios enfrentará Novak Djokovic, que disputa o quarto título consecutivo e o sétimo título geral nos gramados bem cuidados de Wimbledon, ou Cameron Norrie na final de domingo. A semifinal está marcada para sexta-feira.

“Mesmo que eu tenha tentado muitas vezes durante minha carreira continuar em circunstâncias muito difíceis, acho que é óbvio que, se eu continuar, a lesão será cada vez pior”, afirmou Nadal, complementando estar “triste em dizer isso”.

“Tomei minha decisão porque acredito que não posso vencer duas partidas nestas circunstâncias. Não posso sacar. Não é apenas que não posso sacar na velocidade certa, é que não posso fazer o movimento normal servir”, explicou o espanhol.

Nadal havia triunfado nos Abertos da Austrália e da França este ano e esperava se tornar o primeiro homem desde Rod Laver em 1969 a completar o calendário anual de Slams.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Nadal desiste de semifinal de Wimbledon com lesão abdominal no site CNN Brasil.