Em Berlim, Gilberto Gil reclama que instrumentos de turnê não chegam para show


Em turnê pela Europa com seu show “Nós, A Gente”, Gilberto Gil contou em seu Twitter que os instrumentos dos músicos não chegaram na Alemanha, onde ele se apresenta nesta terça-feira (5).

“Gil e banda estão desde ontem aguardando os instrumentos para fazer o show hoje em Berlim. @airfrance, onde está nosso equipamento?”, questionou a mensagem.

A companhia aérea Air France respondeu ao tweet de Gil, afirmando que “todos os serviços estão mobilizados para restabelecer esta situação o mais rapidamente possível. Se precisar, nos contate via DM com mais informações”.

Em comunicado, a empresa afirmou que está “atuando para o envio das bagagens para Berlim” e afirma que está “atualmente vivenciado um número maior de ocorrências envolvendo bagagens” devido à problemas operacionais e uma greve de operadores de bagagens no Aeroporto de Paris.

Uma série de greves dos funcionários do principal aeroporto internacional da capital francesa vem sendo realizadas, e a previsão é de que outra paralisação ocorra entre 8 a 10 de julho. Os colaboradores estão pressionando por reajuste salariais e por melhores condições de trabalho.

O aumento da movimentação de passageiros, e a falta de voos de funcionários tem provocado caos nos aeroportos da Europa neste verão.

Outro que está sendo prejudicado é Heathrow, em Londres, o que levou o governo britânico a anunciar que vai flexibilizar leis para acelerar contratações, assim como lançar uma plataforma para recrutar e treinar funcionários para as empresas aéreas, além de um programa de empréstimos para os aeroportos comerciais.

A turnê de “Nós, A Gente” começou no dia 2 de julho em Casablanca, no Marrocos, e após Berlim, segue para a Itália, Eslovênia, França, Suíça, Espanha, Bélgica e Inglaterra.

Confira o comunicado da Air France na íntegra: 

“A Air France está ciente do caso envolvendo o cantor Gilberto Gil e sua equipe e já está atuando no envio das bagagens para Berlim em voos desta terça-feira (05/07).

Devido a uma situação operacional problemática em diversos aeroportos ao redor do mundo, e após uma greve de algumas equipes do Aeroporto de Paris responsáveis pelo manuseio de bagagem em 1º de julho, a Air France está atualmente vivenciando um número maior de ocorrências envolvendo bagagens.

Os times de bagagens em aeroportos e nos call centers foram reforçados e estão totalmente mobilizados para assegurar que os itens atrasados sejam entregues aos clientes afetados o mais breve possível. A Air France lamenta essa situação e pede desculpa aos clientes impactados.”

Este conteúdo foi originalmente publicado em Em Berlim, Gilberto Gil reclama que instrumentos de turnê não chegam para show no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.