Média móvel de mortes de Covid-19 cresce 91% em um mês


A média móvel de mortes da Covid-19, que considera os últimos sete dias, cresceu 91,8% em um mês, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), divulgados nesta sexta-feira (24).

Hoje o indicador flutante marca 188. No dia 24 de maio, a média móvel foi de 98.

Esse aumento é acompanhado pelas contaminações pelo vírus. O indicador móvel de casos ficou 49.970 nesta sexta.

Para fins de comparação, há um mês a média móvel de infecções foi 15.504.

Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 334 mortes por Covid-19 e 60.384 novos casos da doença.

Com isso, o país ultrapassa 32 milhões de contminações.

Segundo o Conass, desde o início da pandemia, em março de 2020, foram 670.229 vítimas fatais da Covid e 32.023.166 casos registrados.

Cientistas revelam como o novo coronavírus manipula as células para se replicar

A invasão das células humanas pelo novo coronavírus é um passo fundamental para o processo de infecção do organismo.

Um grupo de pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e da Universidade de São Paulo (USP) descreveu como uma proteína humana interage com uma proteína do viral, demonstrando um dos mecanismos usados pelo vírus causador da Covid-19 para recrutar as células e se replicar. Leia mais.

 

Este conteúdo foi originalmente publicado em Média móvel de mortes de Covid-19 cresce 91% em um mês no site CNN Brasil.