PGR tenta diálogo com Defesa para ampliar presença das Forças Armadas no Amazonas


O procurador-geral da República, Augusto Aras, prometeu neste domingo (19) que irá dialogar com o Ministério da Defesa para ampliação das Forças Armadas no Vale do Javari. A declaração foi dada pelo chefe do Ministério Público durante visita a Tabatinga, no Amazonas, onde Aras participou de reuniões para tratar dos desdobramentos do assassinato do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips.

“Eu volto a Brasília disposto a mover as instâncias do Estado para a defesa da Amazônia e seus cidadãos, sejam eles indígenas isolados ou não”, declarou o PGR.

Em um dos encontros, lideranças indígenas reforçaram a necessidade do aumento de fiscalização e combate ao crime na região onde ocorreu o crime. Aras, então, “se comprometeu a realizar a interlocução com o Ministério da Defesa e discutir a possibilidade da edição de decreto que autorize Garantia da Lei e da Ordem (GLO) para o Vale do Javari, ainda que temporário, de modo a reforçar a presença das Forças Armadas no local”.

Segundo a Defesa, missões da GLO, realizadas sobre ordem expressa do presidente da República, de forma episódica, em área restrita e por tempo limitado, ocorrem nos casos em que há o esgotamento das forças tradicionais de segurança pública, em graves situações de perturbação da ordem.

Este conteúdo foi originalmente publicado em PGR tenta diálogo com Defesa para ampliar presença das Forças Armadas no Amazonas no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.