Parada LGBTQIA+ começa em SP e retorna às ruas após dois anos; veja fotos


A Parada do Orgulho LGBTQIA+ começou neste domingo (19), com a expectativa de reunir cerca de 3 milhões de pessoas na Avenida Paulista, na cidade de São Paulo. O evento contará com shows e discursos ao longo da tarde, divididos em 19 trios elétricos.

O evento está na 26ª edição, e retomou o formato presencial após dois anos. Em 2020 e 2021, a parada ocorreu apenas de forma virtual, com lives, devido à pandemia de Covid-19.

Em 2019, último ano antes da pandemia, a Parada LGBTQIA+ movimentou R$ 403 milhões na economia da cidade, e o evento é um dos mais importantes para a economia da capital paulista.

De 2017 a 2019, o número de pessoas que não vivem na capital paulista, mas viajaram apenas para participar da festa chegou a 43,4% do total. Somente com o turismo, a movimentação foi de R$ 313 milhões há três anos.

A organização da parada espera movimentar ainda mais a economia paulistana em 2022. Segundo Renato Viterbo, vice-presidente da Associação da Parada LGBT de São Paulo, “cerca de R$ 500 a 600 milhões” devem ser injetados na economia de São Paulo na semana do Orgulho LGBTQIA+.

O tema deste ano é “Vote com orgulho – por uma política que representa”, e o evento busca reafirmar o compromisso com a luta contra qualquer tipo de discriminação, além de promover o respeito à diversidade e a construção de políticas afirmativas para a população LGBTQIA+.

A programação contará com shows de artistas como Pabllo VittarLuísa SonzaLexaLiniker e Ludmilla. A concentração do público começou a partir das 10 horas da manhã na altura do 1.600 da Avenida Paulista, no sentido Dr. Arnaldo, o evento começou oficialmente às 12h. O primeiro dos 19 trios elétricos deve iniciar o percurso até a Praça Franklin Roosevelt às 12h.

Confira abaixo a programação, desta edição, confirmada até o momento:

  • Trio 1 – Abertura – Famílias LGBT+ – Mariana Munhoz
  • Trio 2 – Prefeitura
  • Trio 3 – Diversidade Lésbica – Ana Dutra, Luana Hassen
  • Trio 4 – Prefeitura
  • Trio 5 – Diversidade Transsexual/Travesti – Nick Cruz
  • Trio 6 – Saúde (Aids Healthcare Foundation – AHF)
  • Trio 7 – Diversidade Bissexual – Ariah e Brunelli
  • Trio 8 – Prefeitura
  • Trio 9 – Diversidade Mais – Quebrada Queer, Thaline Karajá
  • Trio 10 – Artistas da Noite
  • Trio 11 – Diversidade Gay – Kauan Russell
  • Trio 12 – Vivo – Tiago Abravanel, bloco Agrada Gregos, Gretchen e Paullete Pink
  • Trio 13 – Jean Paul Gaultier – JoJo Todinho, Majur e as Pitayas
  • Trio 14 – Amstel – DJ Heey Cat, Mateus Carrilho, Aretuzza Love, Pocah e Luísa Sonza
  • Trio 15 – Burger King/Avon – Pepita, Lexa, DJ Cris Negrini, Ludmilla;
  • Trio 16 – Smirnoff – Artista a confirmar
  • Trio 17 – Terra – Liniker, MC Rebecca e Minoqueens
  • Trio 18 – Convidados Aliados
  • Trio 19 – Diretoria APOLGBT-SP/Mercado Livre – Pabllo Vittar

Para que o público possa completar o trajeto, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai interditar, a partir das 8 horas, a Avenida Paulista entre a Praça Oswaldo Cruz e a Rua da Consolação, em ambos os sentidos, e, a partir do meio-dia, a rua da Consolação entre a Alameda Santos e Rua Caio Prado, também nos dois sentidos.

As transposições, pela Avenida Brigadeiro Luís Antônio, Rua Teixeira da Silva e Rua Carlos Sampaio/Rua Maria Figueiredo, permanecerão liberadas, enquanto houver segurança viária, informa a CET.

Bloqueios operacionais

A partir das 13h00:

  • Av. Rebouças (b/c) x acesso ao Túnel Noite Ilustrada;
  • Av. Rebouças (b/c) x saída lateral junto ao Túnel Noite Ilustrada;
  • R. Major Natanael x Av. Dr. Arnaldo;
  • Av. Dr. Arnaldo x Vd. Okuhara Koei – desvio para Av. Rebouças (c/b);
  • Retorno da Av. Rebouças, altura do nº 353;
  • R. São Carlos do Pinhal x R. Itapeva;
  • R. Antônio Carlos x R. Frei Caneca;
  • R. Frei Caneca x R. Matias Aires;
  • R. Augusta x R. Peixoto Gomide;
  • R. Marques de Paranaguá x R. Frei Caneca;
  • R. Frei Caneca x R. Paim;
  • R. Paim x Av. Nove de Julho;
  • R. Augusta x R. Mq. de Paranaguá;
  • Av. Brigadeiro Luís Antônio x R. Cincinato Braga;
  • Av. Brigadeiro Luís Antônio x R Al. Santos

A partir das 15h00:

  • Av. Ipiranga após a Av. São João;
  • Av. Ipiranga após a Av. Rio Branco;
  • Rua Major Sertório após Rua Rego Freitas;
  • Largo do Arouche após Rua Rego Freitas;
  • Largo do Arouche após Rua Amaral Gurgel;
  • Largo do Arouche após Av. São João;
  • Av. São João após Av. Duque de Caxias;
  • Rua Aurora após Av. São João;
  • Rua Pedro Américo após Av. São João;
  • Av. São João após Largo Paiçandu;
  • Rua do Arouche após Largo do Arouche;
  • Rua Bento Freitas após Largo do Arouche;
  • Rua Martinho Prado após Rua Martins Fontes;
  • Rua Martinho Prado após Rua Avanhandava;
  • Rua Martinho Prado após Rua Santo Antônio;
  • Rua Álvaro de Carvalho após Rua João Adolfo;
  • Rua Araújo após Rua da Consolação;
  • Rua da Consolação centro – bairro após Av. São Luís

Com informações de Júlia Vieira e Matheus Meirelles, da CNN

Este conteúdo foi originalmente publicado em Parada LGBTQIA+ começa em SP e retorna às ruas após dois anos; veja fotos no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.