Anvisa contata passageiros de voo de infectado com varíola dos macacos


Autoridades de saúde da Anvisa e das secretarias de Saúde do estado e do município do Rio de Janeiro estão fazendo contato com os passageiros que viajaram no mesmo voo do primeiro caso confirmado de varíola dos macacos na capital fluminense. Até o momento, no entanto, as pessoas contatadas não apresentaram sintomas.

O homem, de 38 anos, que contraiu a doença chegou ao Rio de Janeiro no sábado passado, 11 de junho, vindo de Londres. Ele fez exames no dia seguinte, no Instituto Nacional de Infectologia Evandro  Chagas, da Fiocruz, que confirmaram a contaminação.

A secretaria de Saúde do município do Rio informou, em nota, que o paciente permanece com sintomas leves e em isolamento em sua própria residência. As cinco pessoas que tiveram contato com ele não apresentaram sintomas e não há outros casos suspeitos de varíola dos macacos na cidade.

Ainda na nota, a secretaria destaca que a transmissão da doença  ocorre por contato próximo e prolongado com uma pessoa infectada.

As principais formas de transmissão são por contato com fluidos corporais, secreções respiratórias e com as lesões de pele de pessoas infectadas. Salienta, também, que atualmente é exigido que todos os passageiros usem máscaras durante voos.

Saúde Rio de Janeiro 17/06/2022 – 12:46 Leila Santos/Edgard Matsuki Cristiane Ribeiro – Repórter da Rádio Nacional varíola dos macacos sexta-feira, 17 Junho, 2022 – 12:46 1:30


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.