Com tropeços, Atlético-MG já tem mais pontos perdidos em casa em 2022 do que em 2021


Atlético soma três jogos sem vitória no Brasileirão Série A e fica cinco pontos atrás do líder Palmeiras

O Atlético-MG teve um 2021 histórico no comando de Cuca, mas não consegue repetir o mesmo desempenho em 2022 com ‘Turco’ Mohamed. Vindo de três jogos sem vitórias, o Galo já está com cinco pontos de desvantagem em relação ao líder Palmeiras no Brasileirão Série A.

Um dos fatores que prova a campanha abaixo do esperado do Atlético-MG são os números dentro de casa. Já são sete pontos perdidos, sendo uma derrota (América-MG) e dois empates (Coritiba e Santos). No ano passado, temporada de título do Brasileirão após 50 anos, o Galo perdeu apenas cinco pontos em 19 rodadas em casa.

A última vitória do Atlético na competição foi contra o Avaí por 2 a 1, em 29 de maio. Desde então, são três tropeços: derrota de 5 a 3 para o Fluminense, empate por 0 a 0 contra o Palmeiras e outro resultado de igualdade neste fim de semana, desta vez diante o Santos de Fábian Bustos.

Buscando se recuperar no Brasileirão, o Atlético-MG enfrenta o Ceará na Arena Castelão, nesta quarta-feira (15), às 19h (de Brasília). Em seguida, tem uma sequência decisiva para a temporada: duas vezes o Flamengo (Brasileirão e Copa do Brasil, respectivamente), Fortaleza e Emelec, pela Copa Libertadores da América.

Antonio Mohamed analisou o momento do Atlético na temporada: “Eu costumo fazer as contas no final, não faço as contas no meio. Faço as contas quando se finaliza tudo. Ganhamos a Supercopa, ganhamos o Mineiro. As marcas estão para ser rompidas, a favor ou contra”, começou dizendo o treinador do Galo, que completou sobre o momento no Brasileirão:

“É uma situação do futebol. No futebol se pode ganhar, perder e empatar. Isso é minha responsabilidade. Mas as contas fazemos no final, sempre ao final. Seguramente quando terminarem as competições, podemos falar da Copa Libertadores da América, da Copa do Brasil e do Brasileirão. Por enquanto, falta muito caminho para percorrer”, analisou o argentino do Atlético.

Com tropeços, Atlético-MG já tem mais pontos perdidos em casa em 2022 do que em 2021Torcedores – Notícias Esportivas.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.