Amazônia ganha investimentos para desenvolvimento tecnológico


Quase R$ 400 milhões de investimento na Região Amazônica. Esse é o valor que o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações deve empregar no programa Ciência para Amazônia. O anúncio foi feito, nesta quinta-feira, no Fórum do Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação, na cidade de Manaus.

Os investimentos previstos para 2022, com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, devem priorizar projetos de regeneração e monitoramento florestal, laboratórios satélites e programa de estudos da biodiversidade.

A ideia é valorizar o que a Amazônia tem de recursos naturais, fomentando a economia e a pesquisa de produtos regionais como açaí, cupuaçu e pirarucu.

Além disso, projetos ligados à bioeconomia florestal, estudos atmosféricos e de mudança do clima também serão contemplados. O governo quer ainda incentivar a nanotecnologia com materiais avançados e empreendedorismo na região amazônica.

Só em 2021 a pasta investiu mais de R$ 60 milhões na região.

Pesquisa e Inovação Brasília 09/06/2022 – 13:20 Sâmia Mendes – GT Passos Beatriz Albuquerque – Repórter da Rádio Nacional pesquisa Ciência Amazônia quinta-feira, 9 Junho, 2022 – 13:20 70:00


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.