Hemocentro faz campanha para reverter estoques baixos de bolsas de sangue em Goiás


Rede Estadual de Hemocentros da Secretaria de Saúde (SES) de Goiás deu início, nesta terça-feira (31), a uma campanha de doação de sangue para aumentar o estoque de bolsas nas unidades da rede. Os centros precisam de pelo menos 2 mil bolsas de sangue à disposição de uso. No entanto, atualmente, o estoque está com um déficit de 20% do ideal.

A diretora geral da Rede Estadual de Hemocentros, Denyse Goulart, explica que apesar da existência da meta numérica, é essencial que a população entenda que a doação de sangue não pode ser reativa. Ou seja, não podem existir doadores apenas quando os hemocentros estão esgotados.

Denyse explica que o motivo disso é que, além dos casos de urgências, como em acidentes de trânsito, os hemocentros também são responsáveis por diversos grupos que necessitam das bolsas de sangue de forma recorrente, como pessoas com doenças crônicas.

Dados da Rede Hemo mostram que, em 2021, foram coletadas 45.622 bolsas de sangue, sendo 37.636 nas unidades fixas e 7.986 na unidade móvel. Enquanto em 2022, até o mês de abril, foram captadas 15.435 bolsas, sendo 12.476 nas unidades fixas e 2.959, na móvel.

A unidade de coleta móvel do Hemocentro estará no Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer), das 8h às 17h, nesta terça-feira (31), recebendo doações. Os doadores podem ser colaboradores da instituição, usuários ou comunidade em geral. A expectativa é que sejam coletadas 120 bolsas de sangue somente hoje.

Queda nas doações de sangue

Segundo a diretora-geral, Denyse Goulart, em determinados períodos do ano, como as férias, o número de doadores diminui consideravelmente. Isso porque grande parte das famílias não está na cidade ou não está à disposição para realizar doações.

Paralelo a isso, neste período, também há muitos mais veículos transitando pelas rodovias, o que faz com que o número de acidentes aumente e, consequentemente, a quantidade de pessoas que necessitam de bolsas de sangue também sobe.

Dengue e plaquetas

A diretora também destaca que houve um aumento de mais de 50% da demanda de sangue pelas unidades de saúde do Estado. Um dos motivos é o aumento de casos de dengue, que faz com que os hemocentros precisem de doação de plaquetas.

“As plaquetas são um caso muito mais específico, porque elas tem um tempo de vida muito menor, de cerca de cinco dias. Além disso, o processo de separação das plaquetas é minucioso e demorado, muitas vezes somente um paciente vai precisar de oito doadores para ter a quantia ideal”, detalha.

Denyse afirma que já existem tecnologias que otimizam a coleta das plaquetas. Mas reforça que não basta ficar em alerta em razão dos números ou metas, mas sim pela importância de se ter sangue à disposição a qualquer momento. “Não podemos esperar ter demanda, precisamos ter as bolsas lá sempre prontas à disposição”, enfatiza.

Busca por voluntários

Para reverter o quadro de baixo estoque, a equipe de captação vai intensificar as ações em busca de voluntários. “Nós temos um serviço de busca ativa de doadores, por meio de ligações, e-mails e redes sociais.”, lembra a diretora.

Além disso, a Rede Hemo mantém parcerias com empresas e instituições para realização de campanhas internas e externas, com apoio da unidade móvel, com ações em toda a Região Metropolitana de Goiânia.

Confira quais as unidades de Goiás para doar sangue

HEMOCENTRO ESTADUAL DA REGIÃO SUDESTE – HEMOGO CATALÃO
Endereço: Rua Osório Vieira Leite, Nº 78, Bairro São João, Catalão – GO.
CEP: 75.730-280
E-mail: hemocentro.catalao@idtech.org.br
Telefone: (64) 3441-4013 / 3411

HEMOCENTRO ESTADUAL DA REGIÃO SÃO PATRÍCIO – HEMOGO CERES
Endereço: Rua 29, Nº 576, Centro, Ceres – GO.
CEP: 76.300-000
E-mail: hemocentro.ceres@idtech.org.br
Telefone: (62) 3307-3843

HEMOCENTRO ESTADUAL DA REGIÃO SUDOESTE I – HEMOGO RIO VERDE
Endereço: Rua Augusta de Bastos c/ a Rua Luiz de Bastos, Nº 395, Centro, Rio Verde – GO
CEP: 75.901-030
E-mail: hemocentro.rioverde@idtech.org.br
Telefone: (64) 3613-1026


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.