Mendy, lateral do City, nega 9 acusações de crimes sexuais em juízo


O lateral-esquerdo Benjamin Mendy, do Manchester City, negou em juízo nesta segunda-feira, 23, nove acusações de crimes sexuais contra ele, em um tribunal na cidade de Chester, na Inglaterra. O francês é acusado por seis mulheres de sete estupros, uma agressão sexual e uma tentativa de estupro.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Todos os crimes teriam acontecido entre outubro de 2018 e agosto de 2021, na casa do jogador em Manchester. O atleta de 27 anos, campeão da Copa do Mundo pela França em 2018, irá a julgamento diante de um júri em 25 de julho, ao lado de um amigo, Louis Saha Matturie, que é acusado de oito crimes sexuais.

Mendy está suspenso pelo Manchester City desde agosto do ano passado, quando surgiram as primeiras denúncias contra ele. O clube inglês gastou quase 60 milhões de euros para contratá-lo do Monaco em 2017, quando ele foi um dos destaques da equipe que conquistou o Campeonato Francês.

O jogador ficou preso preventivamente entre agosto de 2021 e janeiro de 2022, quando foi solto sob fiança para responder às acusações em liberdade. Ele chegou até a ser transferido para uma prisão de segurança máxima em Manchester antes de ser liberado.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.