Milan encerra jejum de 11 anos e impede 2ª estrela na camisa do rival


O título do Campeonato Italiano conquistado pelo Milan neste domingo, 22, teve sabor mais que especial para o torcedor rossonero. Foram 11 anos de espera pelo título nacional, tempo demais para uma das equipes mais tradicionais da Europa. Além disso, o clube chegou a seu 19º scudetto e impediu que a rival Inter de Milão, com quem brigou pela taça até a última rodada, conquistasse seu 20º, o que lhe daria a desejada segunda estrela na camisa.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Na Itália, há uma tradição nos uniformes: o campeão tem o direito de usar o scudetto, o escudinho com as cores da bandeira italiana. Além disso, pode-se incluir uma estrela em cima do escudo a cada 10 títulos conquistados. O primeiro time a chegar a duas estrelas foi a Juventus, que inclusive já está na terceira, pois tem 36 títulos nacionais oficialmente.

O clube de Turim contabiliza 38, pois leva em conta os troféus de 2005 e 2006, retirados pela federação, em razão de um escândalo de apostas conhecido como Calciopoli que levou a Velha Senhora ao rebaixamento. A taça de 2005 foi anulada, enquanto a de 2006 foi herdada pela Inter de Milão.

A Juventus leva três estrelas em sua camisaMarco Bertorello/AFP

Agora, Inter e Milan travarão uma disputa na temporada 2022/2023 pela segunda estrela. O clube mais próximo de incluir uma estrela em sua camisa, ainda que soe bastante improvável, é o Genoa, quarto maior campeão italiano, com nove taças. O último título da equipe genovesa foi há quase 100 anos, em 1924. O último campeão italiano fora do trio Juve-Inter-Milan foi a Roma, em 2001.

Confira, abaixo, a lista de maiores campeões do Campeonato Italiano.

1 – Juventus: 36 títulos
2 – Milan e Inter: 19
4 – Genoa: 9
5 – Pro Vercell, Bologna e Torino: 7
8 – Roma: 3
9 – Fiorentina, Lazio e Napoli: 2

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.