Frankfurt vence Rangers nos pênaltis e é campeão da Liga Europa


O Eintracht Frankfurt conquistou nesta quarta-feira, 18, o título da Liga Europa de 2022. A conquista veio nos pênaltis, após empate em 1 a 1 diante do Rangers no tempo normal e na na prorrogação, no estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha. Esse é o segundo troféu da equipe no torneio, antes chamado de Copa da Uefa, 42 anos depois da conquista de 1980, em decisão contra o Borussia Mönchengladbach.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca

O inglês Joe Aribo, para o time escocês, e o colombiano Rafael Santos Borré, pelo Frankfurt, marcaram os gols da partida. O goleiro alemão Kevin Trapp foi o herói ao defender a cobrança do experiente Aaron Ramsey, que entrou no final da prorrogação.

O Frankfurt coroou assim uma campanha invicta. O time se classificou na liderança do grupo D, com 12 pontos – três vitórias e três empates em um grupo com Fenerbahce, da Turquia, Antwerp, da Bélgica, e Olympiacos, da Grécia.

Nos mata-matas, passou nas oitavas de final pelo Betis, campeão da Copa do Rei, nas quartas de final pelo Barcelona, principal favorito ao título, e na semifinal pelo West Ham, sétimo colocado na Premier League. Tudo isso sem perder um jogo sequer.

O jogo iniciou truncado, com forte marcação dos escoceses. A primeira boa chance aconteceu aos 11 minutos do primeiro tempo. Em jogada individual, o meia-atacante Kamada passou por dois adversários, mas viu o goleiro Allan McGregor abafar em saída providencial.

Aos 19 foi a vez do lateral-direito Knauff carregar a bola até a área adversária e finalizar colocado, quase cara a cara com McGregor. O goleiro do Rangers espalmou para escanteio.

A resposta dos escoceses veio aos 25, em rápido giro do atacante Aribo com uma finalização que passou rente a trave de Trapp. No primeiro tempo, o Frankfurt ainda chegou com o lateral-esquerdo Kostic.

Na segunda etapa, o time alemão iniciou impondo forte pressão com seguidas tentativas, mas foi o Rangers que marcou. Aos 11, após erro do volante Sow, que cabeceou para trás, o zagueiro brasileiro Tuta escorregou e a bola sobrou livre ara Aribo avançar e finalizar rasteiro.

Após novas tentativas, o Frankfurt enfim chegou ao empate aos 23. Após cruzamento de Kostic, o atacante colombiano Rafael Santos Borré surgiu entre dois marcadores e desviou sem chances de defesa para McGregor.

Os times seguiam tentando, mas de forma bem mais conservadora, já de olho na prorrogação.

Nos trinta minutos finais, a melhor chance do Frankfurt foi desperdiçada por Borré, aos quatro. Aproveitando falha na defesa, o atacante avançou, invadiu a área, mas acabou travado no momento do chute. Kamada ainda pediu pênalti, aos seis do segundo tempo, porém o árbitro não assinalou.

O Rangers também desperdiçou grande oportunidade aos 12 da prorrogação, em defesa milagrosa de Trapp com os pés cara a cara com Kent. Na sobra, Davis chutou por cima do travessão.

Travenier, artilheiro do torneio, ainda tentou de falta no último minuto, mas Trapp novamente defendeu de forma segura. A decisão ficou para os pênaltis.

O goleiro Kevin Trapp, ex-PSG, brilhou ao defender a cobrança de Aaron Ramsey, meia com passagens por Arsenal e Juventus, que entrou no final da prorrogação. Santos Borré, destaque também em fases anteriores, garantiu o título e a festa da fanática torcida alemã.

View this post on Instagram

A post shared by Revista Placar (@revistaplacar)


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.