Como Gerrard e Coutinho podem fazer Liverpool campeão inglês


Chame de ironia do destino, coincidência, sorte ou do que quiser, mas as chances do Liverpool desbancar o Manchester City na corrida pelo título da Premier League passam, diretamente, por uma dupla bem conhecida dos torcedores dos Reds: o técnico Steven Gerrard e o meia Philippe Coutinho. Mesmo longe, hoje no Aston Villa, eles podem ser os responsáveis pela façanha de atrapalhar os planos do City – e consequentemente ajudar a equipe de Jürgen Klopp – em confronto direto no domingo, 22, pela última rodada da competição.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca

A vitória por 2 a 1 diante do Southampton, de virada, permitiu ao finalista da Liga dos Campeões também seguir sonhando com o bicampeonato inglês. A distância para o rival é de apenas um ponto – 90 a 89 – e ainda há chances reais de título.

O sonho voltou a tomar forma pelo tropeço do City no último domingo, 15. A equipe de Pep Guardiola empatou por 2 a 2 com o West Ham, fora de casa, e permitiu ao rival encostar dois dias depois.

Campeão da Copa da Inglaterra um dia antes, no sábado, o Liverpool jogou a partida atrasada e, mesmo sem contar com quase nenhum dos titulares, conseguiu manter-se vivo na corrida.

Agora, ambos jogam em horários simultâneos – às 12h (de Brasília) – e decidem na 38ª rodada quem ficará com a taça. O Liverpool encara o Wolverhampton, em oitavo lugar, e já sem pretensões na competição já que não poderá nem avançar e nem regredir na tabela de classificação, enquanto o City terá o Villa de Coutinho e Gerrard.

Campeão na Inglaterra será definido na última rodada –Arte/Placar

O time de Birmingham se recuperou com a chegada de Gerrard, mas ocupa a modesta 14ª colocação, já sem chances de rebaixamento e, também, de assegurar vaga em uma competição europeia. Mesmo assim, há esperanças depositadas sobre a dupla.

Continua após a publicidade

O hoje técnico é ex-volante histórico e considerado um ídolo dentro de Anfield. Ele deixou o clube em 16 de maio de 2015 para atuar pelo Los Angeles Galaxy, na Major League Soccer, após 28 anos. Gerrard fez sua estreia nos profissionais em 1998 e tem ligação quase umbilical com o clube.

Steven Gerrard em sua passagem histórica pelo Liverpool –Laurence Griffiths/Getty Images

É considerado o líder da histórica conquista da Champions diante do Milan, em 2005, quando a equipe perdia por 3 a 0 no intervalo e empatou em poucos minutos no segundo tempo para depois assegurar a taça nos pênaltis. Fez 710 jogos, marcou 186 gols. Para muitos, será inevitável o retorno após o fim da era Klopp.

Já Coutinho viveu no Liverpool o ápice da carreira entre 2012 e 2017. Foram 201 jogos, 54 gols e 44 assistências com a camisa 10. Uma polêmica saída para o Barcelona por 160 milhões de euros (855 milhões de reais pela cotação atual) não foi perdoada pelos torcedores.

Coutinho viveu o auge da carreira pelo Liverpool –Julian Finney/Getty Images

“Não me arrependo de ir para o Barça. Em determinados momentos temos que tomar decisões e um dos meus maiores sonhos era jogar no Barcelona”, disse em entrevista à ESPN.

De volta ao futebol inglês e hoje próximo da Copa do Mundo, ele deve justamente a ex-companheiro Gerrard a retomada após inúmeras lesões e dificuldades na Espanha. Foi comprado recentemente por 20 milhões de euros (cerca de 106 milhões de reais na cotação atual).

“Se você olhar sua performance nesta noite, sua habilidade, consciência e visão… Se você não gosta de vê-lo jogar, você deveria parar de ver futebol”, declarou o treinador após o empate por 3 a 3 diante do Leeds, com um gol e duas assistências do brasileiro.

Antigos parceiros no meio-de-campo do Liverpool, passa novamente por eles – de maneira inusitada – o sonhado 20ª título inglês. Se conseguirem ajudar, o antigo time igualará o Manchester United como maior campeão do país.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.