Jogador do PSG se negou a vestir camisa contra homofobia, diz jornal


O meio-campista senegalês Idrissa Gueye teria se recusado a entrar em campo pelo Paris Saint-Germain na vitória por 4 a 0 sobre o Montpellier, no último sábado, 14, fora de casa, por discordar da ação conjunta dos 20 clubes da Ligue 1, a elite do Campeonato Francês, em apoio à causa LGBT+.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca

A informação foi inicialmente publicada pelo jornal L’Equipe, mas repercute em diversos veículos de comunicação em toda Europa. De acordo com a agência AFP, o jogador de 32 anos repete o gesto de um ano atrás, quando também ficou ausente na rodada em que os clubes usaram as cores do arco-íris, que representa a bandeira do movimento.

Uma associação francesa contra homofobia no esporte, Rouge Direct, já cobrou explicações de Gueye: “a homofobia não é uma opinião, mas um crime. A LFP (Liga de Futebol Profissional francesa) e o PSG devem pedir a Gana Gueye que se explique e muito rapidamente. E sancione se necessário”, escreveu nas redes sociais.

O técnico argentino Mauricio Pochettino afirmou que Gueye foi ausência por “razões pessoais”, e não por lesão. A especulação das publicações é que ela tenha ocorrido por convicções religiosas.

Continua após a publicidade

O jornal Le Parisien já trata sobre possíveis sanções direcionadas ao jogador com base nas declarações de Valérie Pécresse, presidente do conselho regional da maior região do país, a Ilha de França.

Os jogadores de um clube de futebol, e os do PSG em particular, são figuras de identificação para os nossos jovens. Eles têm o dever de dar o exemplo. A recusa de Idrissa Gana Gueye em se juntar à luta contra a homofobia não poderia ficar sem sanção!”, afirmou pelas redes sociais.

O movimento da Ligue 1 em torno do Dia Internacional Contra a Homofobia, a Transfobia e a Bifobia, que acontece em 17 de maio, envolve todos os clubes. Cada um deles adiciona as suas camisas números com arco-íris.

O PSG conquistou no último dia 23 de abril seu décimo título nacional neste sábado, 23. Diante do Lens, o empate em 1 a 1 foi o suficiente para a equipe parisiense ser campeão com quatro rodadas de antecedência. Atualmente, o time tem 83 pontos contra 68 de Monaco e Olimpique de Marselha. A última rodada acontece no sábado, 21.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.