Terceiro caso de ebola é confirmado no noroeste do Congo, diz OMS


Autoridades de saúde confirmaram um terceiro caso de ebola na cidade de Mbandaka, no noroeste da República Democrática do Congo, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quinta-feira (5).

O homem de 48 anos é um contato de alto risco do primeiro paciente, que morreu em 21 de abril, disse a OMS no Twitter. Os socorristas identificaram 444 contatos dos casos confirmados e estão monitorando sua saúde, disse a OMS.

Os profissionais de saúde iniciaram a vacinação contra o ebola na semana passada em Mbandaka, capital da província de Equateur.

A cidade de Mbandaka, um centro comercial lotado às margens do rio Congo, enfrentou dois surtos anteriores – em 2018 e em 2020. É uma localidade onde as pessoas vivem nas proximidades, com ligações rodoviárias, marítimas e aéreas para a capital Kinshasa.

O Congo enfrentou 13 surtos anteriores de Ebola, incluindo um em 2018-2020 no Leste, que matou quase 2,3 mil pessoas, o segundo maior número registrado na história da febre hemorrágica.

O último surto, também no Leste, infectou 11 pessoas entre outubro e dezembro e matou seis delas.

 

Este conteúdo foi originalmente publicado em Terceiro caso de ebola é confirmado no noroeste do Congo, diz OMS no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.