Primeiros casos da subvariante XQ do coronavírus são confirmados em SP


A Secretaria de Saúde de São Paulo confirmou, nesta quinta-feira (5), a identificação de dois casos da nova variante Ômicron XQ na capital paulista.

Em nota, o órgão afirmou que os casos foram encontrados por meio de um sequenciamento genético realizado no Instituto Butantan. A Ômicron XQ mistura as sublinhagens BA.1.1 e BA.2.

Não foram oferecidas informações sobre mais casos suspeitos.

O Brasil já havia registrado casos da subvariante XE, que também estava sendo monitorada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em boletim epidemiológico, a OMS afirmou que o SARS-CoV-2, vírus causador da Covid-19, continua a evoluir. Dado o atual alto nível de transmissão em todo o mundo, é provável que outras variantes, incluindo recombinantes, continuem a surgir, segundo a OMS.

Ainda de acordo com a entidade, a recombinação é comum entre os coronavírus e é considerada parte esperada do contexto de mutações.

Covid-19: Número de mortos pode ser três vezes maior do que o oficial

Cerca de 14,9 milhões de pessoas em todo o mundo morreram como resultado direto ou indireto da Covid-19 no período entre 1º de janeiro de 2020 e 31 de dezembro de 2021, segundo novas estimativas da Organização Mundial da Saúde – quase três vezes mais mortes do que foram informados oficialmente.

Houve 5,4 milhões de mortes por Covid-19 relatadas à OMS durante esse período, resultando em uma estimativa de mortalidade excessiva de 9,5 milhões de mortes a mais do que o relatado.

“O excesso de mortalidade é a diferença entre o número de mortes que foram registradas e aquelas que seriam esperadas na ausência da pandemia”, disse Samira Asma, diretora-geral assistente da Divisão de Dados, Análise e Entrega para Impacto da OMS.

Cuidados básicos ajudam a prevenir a Covid-19

*Com informações de Lucas Rocha, da CNN

Este conteúdo foi originalmente publicado em Primeiros casos da subvariante XQ do coronavírus são confirmados em SP no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.