Anvisa recolhe e proíbe comercialização de lote falsificado de medicamento para artrite


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou nesta quarta-feira (4) a apreensão, proibição da distribuição e comercialização e uso de unidades falsificadas do medicamento Humira AC 40 mg (adalimumabe), indicado para artrite.

O lote em questão é o 1146607 (fab 05/2021, val 01/2023). A medida foi divulgada por meio da Resolução-RE 1.413/2022.

A decisão veio após comunicado da empresa detentora do registro – AbbVie Farmacêutica Ltda., que notificou a Anvisa sobre a falsificação de seringa preenchida de Humira AC. O caso segue em investigação pela agência.

 

A Anvisa solicita aos serviços de saúde que, caso recebam unidades do referido medicamento, antes de utilizá-las façam uma verificação criteriosa da embalagem e do rótulo do produto. 

Em caso de unidades falsificadas, não utilizar o produto e comunicar o fato imediatamente à Agência, preferencialmente por meio do sistema Notivisa.    

Como identificar os lotes falsificados

Ao adquirir uma embalagem, se faz necessário observar as seguintes diferenças em relação ao medicamento original:     

  • Diferença no fechamento do blíster;    
  • Diferença na cor da marcação de segurança;  
  • Diferenças na cor e no tamanho da fonte no blíster;  
  • Dimensões diferentes das embalagens; e  
  • Ausência da marcação em Braille na embalagem secundária.  

Cor da seringa

Diferença entre seringa original (esquerda) e falsificada (direita) / Reprodução/Anvisa

Embalagem do produto

 

Diferença entre embalagem original (esquerda) e falsificada (direita) / Reprodução/Anvisa

Fechamento do blíster

Diferença entre o fechamento do blíster original (esquerda) e falsificada (direita) / Reprodução/Anvisa

 

Sobre o medicamento

Segundo a AbbVie, o Humira AC é indicado para reduzir os sinais e sintomas, induzir uma resposta clínica e remissão clínica maior, inibir a progressão dos danos estruturais e melhorar a capacidade física em pacientes adultos com artrite reumatoide ativa de intensidade moderada a grave, que apresentaram resposta inadequada a uma ou mais drogas antirreumáticas modificadoras do curso da doença.

 

Este conteúdo foi originalmente publicado em Anvisa recolhe e proíbe comercialização de lote falsificado de medicamento para artrite no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.