Como evitar acúmulo de sujeira entre os dedos dos pés


A sujeira no meio dos dedos do pé pode ser um sinal de que você precisa lavar os pés ou repensar a escolha do calçado. Também pode levar a grandes problemas de saúde.

Esses detritos entre os dedos dos pés até se transformaram em uma música dos Beatles.

Mas era improvável que John Lennon estivesse pensando em higiene dos pés quando escreveu a letra do segundo verso de “Come Together”:

Ele não usa nenhuma graxa no sapato
Ele tem dedos de jogador de futebol
Ele tem dedo de macaco
Ele toma Coca-Cola
Ele diz: “eu o conheço, você me conhece”
Uma coisa que posso te dizer é que você tem que ser livre

O que essa sujeira nos dedos do pé?

Esse ‘suor’ não é um termo médico. Não existe um termo médico formal para descrever as células mortas da pele, suor, fiapos de meias e sujeira que se combinam nos espaços pequenos e muitas vezes apertados entre os dedos dos pés. Pode cheirar (chulé) ou ser inodoro. E sua cor pode variar de branco a marrom acinzentado.

A má higiene dos pés certamente aumentará a probabilidade de você desenvolver encravamento de unhas. Isso porque detritos suados se acumulam entre os dedos dos pés se você não prestar atenção à limpeza dessas áreas no chuveiro ou na banheira.

A sujeira dos dedos do pé também pode ser mais provável se seus pés suarem muito por outros motivos. Por exemplo, pés suados podem ser um problema para crianças e adolescentes, que têm glândulas sudoríparas mais ativas. E algumas pessoas têm uma condição médica grave chamada hiperidrose, em que suam excessivamente.

Quão sério é esse problema?

Geralmente, o suor do dedo do pé é um problema de saúde pequeno. Você pode cuidar disso com uma boa higiene dos pés. E se você desenvolver tinea (infecção causada por fungo), pode usar um tratamento antifúngico de curta duração que você pode comprar em uma farmácia.

É uma perspectiva bem diferente, no entanto, para uma pessoa que vive com uma doença crônica, como diabetes, alguém que tem problemas de visão (portanto, não pode ver a sujeira do dedo do pé ou suas complicações se desenvolvendo) ou que pode ser incapaz de alcançar os pés devido a mobilidade limitada.

A falta de tratamento da diabetes aumenta o risco de uma pessoa ter redução do fluxo sanguíneo (doença arterial periférica) e redução da sensibilidade nos pés (neuropatia sensorial).

Riscos:

  • infecção se espalhando para o pé e perna (celulite);
  • infecção do osso (osteomielite);
  • gangrena (tecido morto causado pela falta de fluxo sanguíneo);
  • amputação de um dedo do pé, parte do pé ou perna.

Portanto, a identificação precoce da tinea em uma pessoa vulnerável é especialmente importante para evitar complicações.

Quatro maneiras de evitar problemas

  1. Lave os espaços entre os dedos dos pés e seque-os cuidadosamente após o banho e depois de nadar. Academias e piscinas são lugares comuns para pegar uma infecção fúngica nos pés;
  2. Se possível, evite usar calçado que não permita a evaporação do suor (como sapatos fechados de material sintético e botas de borracha). Andar descalço, quando não há risco de lesão, também permite que o suor evapore;
  3. Trate os pés suados usando um antitranspirante contendo cloreto de alumínio. Casos mais graves de hiperidrose podem ser tratados com medicamentos, como injeções de Botox nos pés. As infecções fúngicas (tinea) devem ser tratadas com cremes antifúngicos de venda livre, como terbinafina ou clotrimazol. Infecções resistentes podem exigir um curso de medicamentos antifúngicos prescritos;
  4. Preste atenção aos sinais que indicam que uma infecção está se espalhando do pé. Estes podem ser dor e inchaço nos dedos dos pés, ou listras vermelhas ao longo do pé e na perna. Isso requer uma visita urgente a um podólogo ou médico.

 

Este conteúdo foi originalmente publicado em Como evitar acúmulo de sujeira entre os dedos dos pés no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.