Gastroenterite: conheça as principais causas da diarreia e saiba como prevenir


A inflamação do trato gastrointestinal, que afeta o estômago e o intestino, é chamada gastroenterite. O quadro clínico caracterizado pela diminuição da consistência das fezes e aumento do número de evacuações pode ser acompanhado de náusea, vômito, febre e dor abdominal (veja quadro abaixo).

As doenças associadas à diarreia podem ser causadas por diferentes microrganismos, como bactérias, vírus e outros parasitas, como os protozoários. A infecção acontece a partir do consumo de água e alimentos contaminados, contato com objetos, pessoas ou animais contaminados.

A diarreia também pode ser causada por medicamentos, como antibióticos, laxantes e quimioterápicos utilizados para tratamento de câncer, além da ingestão de grandes quantidades de adoçantes, gorduras e bebidas alcoólicas.

Na edição desta quinta-feira (28) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou os principais sintomas e como funciona o tratamento dos quadros de gastroenterite.

“Quando existe uma inflamação desse epitélio, dessa mucosa que envolve todo o aparelho digestivo, essa resposta pode ser monótona e bastante desagradável. Diarreia, vômitos e náuseas, é como se o aparelho digestivo quisesse expulsar aquilo que não está fazendo bem e que existe dificuldade de lidar ou que está provocando a inflamação dentro do próprio órgão”, explica o especialista.

/ Arte/CNN

O cirurgião do aparelho digestivo Rodrigo Barbosa, de São Paulo, afirma ter observado um aumento recente de gastroenterites virais. Segundo o médico, os casos podem ser sazonais e a transmissão pode estar associada ao contato entre pessoas ou pela contaminação de alimentos.

“Esse tipo de doença costuma ter resolução espontânea e vir acompanhado por dor abdominal, náuseas, vômitos e diarreia, seus sintomas persistem entre um e três dias. Em caso de persistência o caso pode não ser viral e sim outra doença, como uma infecção bacteriana que demanda do uso de antibióticos a partir de orientação médica”, afirmou.

O especialista recomenda o reforço na hidratação e, em caso de piora, a procura por atendimento médico.

Tratamento

Os quadros de gastroenterite são mais comuns entre crianças, o que destaca a necessidade de rápida ação para conter a doença que pode levar à desidratação.

Nesse sentido, o tratamento tem como objetivo principal a prevenção e cuidado da desidratação para evitar complicações. O tratamento adequado depende do quadro clínico de cada paciente, incluindo o reforço na ingestão de líquidos e fluidos na veia em casos mais graves.

A gastroenterite pode afetar pessoas de todas as idades que tenham sido expostas à contaminação. Doenças não infecciosas também podem desencadear o quadro, como a doença de Chron, as colites ulcerosas, a doença celíaca, a síndrome do intestino irritável e intolerâncias alimentares como à lactose e ao glúten.

Saiba como prevenir a gastroenterite

Este conteúdo foi originalmente publicado em Gastroenterite: conheça as principais causas da diarreia e saiba como prevenir no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.