Morre Andrew Woolfolk, saxofonista da banda Earth, Wind & Fire


“September”, a ode efervescente da banda Earth, Wind & Fire à última noite de verão, é uma composição permanente para todas as estações do ano. Parte da sua alquimia reside no saxofone jubiloso de Andrew Woolfolk.

Woolfolk, um membro de longa data da Earth, Wind & Fire, cujo o doce instrumento símbolo tornou impossível não dançar músicas como “September”, morreu, anunciou o membro do grupo Philip Bailey. Woolfolk tinha 71 anos.

Bailey, cantor colíder da banda, disse no Instagram que Woolfolk morreu após uma doença de seis anos.

“Conheci-o no liceu, e rapidamente nos tornámos amigos e companheiros de banda”, escreveu Bailey. “Grandes memórias. Grande talento. Engraçado. Competitivo. Rapidamente espirituoso. E sempre estiloso”.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Philip J. Bailey (@philipbaileyewf)

Woolfolk juntou-se à banda no início da década de 1970, de acordo com o elenco oficial da banda. A formação EW&F mudou frequentemente ao longo dos anos, mas Woolfolk tocou oficialmente o sax (assim como a flauta e a percussão) dentro e fora do grupo até 1993.

Mas não tinha inicialmente planeado juntar-se à banda – como Bailey descreve no livro de memórias de 2014 “Shining Star”: Braving the Elements of Earth, Wind & Fire”, Woolfolk estudava música em Nova York quando Bailey o chamou e lhe pediu para se juntar ao grupo depois dos dois terem tocado juntos em Denver. Woolfolk ficou conhecido como um dos “nove originais”, escreveu Bailey.

Quando fazia tour com a banda, Woolfolk parava o concerto com solos de saxofone, comandando o palco até que o resto dos seus companheiros de banda se juntassem a ele. Ele não era o líder do grupo, mas, no palco, possuía o carisma inconfundível de uma estrela.

Fora do palco, escreveu Bailey no seu livro de memórias, Woolfolk era um “brincalhão” que “poderia encher o caixote do lixo do seu quarto de hotel com água quente e equilibrá-lo em cima da porta do seu quarto, apenas esperando que você voltasse tarde da noite”.

Para além dos álbuns EW&F, Woolfolk também gravou com Phil Collins e Bailey nos últimos trabalhos solo do último.

Em 2000, Woolfolk foi introduzido ao Rock & Roll Hall of Fame juntamente com os seus companheiros originais da Earth, Wind & Fire. Naquela noite, Woolfolk, o único membro do grupo vestido com um casaco de couro vermelho ardente, realizou um solo vitorioso em “Shining Star”.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Morre Andrew Woolfolk, saxofonista da banda Earth, Wind & Fire no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.