Mancha Verde é campeã do grupo especial do Carnaval de São Paulo em 2022


A Mancha Verde venceu, nesta terça-feira (26), o grupo especial do Carnaval de São Paulo. Esse é o segundo título da agremiação ligada à torcida da Sociedade Esportiva Palmeiras.

O enredo da escola foi a água, que conduz a vida, que germina as sementes, que cobre mais de 70% do planeta e do corpo humano. Inspirado pela canção “Planeta Água” de Guilherme Arantes, o desfile conscientizou para o consumo racional do bem natural, bem como sua importância no cotidiano e em plantações e lavouras.

Foram celebradas ainda as águas de Iemanjá, a orixá que conduz a preciosidade e é a rainha do mar. Antes de iniciar seu desfile, a Mancha teve um susto. Parte do braço de uma das alegorias do abre-alas quebrou. Isso fez com que a escola entrasse na avenida com o cronômetro já marcando quatro minutos.

Mesmo assim, os integrantes da escola conseguiram achar uma solução para o problema, consertando o carro e terminando o desfile dentro do tempo permitido de 65 minutos.

Apuração

Antes da apuração, duas escolas foram punidas. O Colorado do Brás perdeu 0,5 ponto por propaganda durante o desfile. O Acadêmicos do Tatuapé também perdeu 0,5 ponto, por problema na segunda alegoria, que emperrou e só saiu do lugar com ajuda de dezenas de integrantes e até de um trator.

O Colorado acabou sendo rebaixado para o grupo de acesso 1, junto com o Vai-Vai, que ficou em último lugar. O Tatuapé conseguiu escapar do rebaixamento por dois décimos.

Fotos da primeira noite de desfiles no Sambódromo do Anhembi

São quatro jurados por quesito: harmonia, metre-sala e porta-bandeira, enredo, evolução, bateria, fantasia, alegoria, samba-enredo e comissão de frente. A menor nota era automaticamente descartada pelo regulamento.

Harmonia foi totalmente equilibrado, com a maioria das escolas com nota dez e fechando com os 30 pontos totais. Em mestre-sala e porta-bandeira, muitas agremiações conquistaram notas menores, em destaque o Vai-Vai, que fechou em 29,6. Em enredo, a média de notas máximas foi mantida.

Em evolução, a variação de notas foi constante, com a Rosas de Ouro conseguindo apenas 29,7. Já em Bateria a dominância foi de notas dez. Em fantasia, muitas escolas gabaritaram, como a Mancha Verde, Unidos de Vila Maria, Dragões da Real e Mocidade Alegre. Em alegoria, os Gaviões da Fiel ficaram com a pior soma, chegando apenas a 29,6.

No samba-enredo, todas as escolas gabaritaram, exceto o Vai-Vai. Em comissão de frente, primeiro critério de desempate, Mancha e Mocidade continuaram empatadas. A decisão ficou apenas no terceiro critério, alegoria, com a escola da Zona Oeste conquistando a vitória.

As cinco primeiras colocadas retornam ao Sambódromo do Anhembi, na próxima sexta-feira (29), para o desfile das campeãs. Junto, estarão a vencedora do grupo de acesso 2, e a vencedora e vice do grupo de acesso 1.

Fotos da segunda noite de desfiles no Sambódromo do Anhembi

Este conteúdo foi originalmente publicado em Mancha Verde é campeã do grupo especial do Carnaval de São Paulo em 2022 no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.