Bolsonaro escolhe Otoni para ser mais uma de suas vozes


Foi uma decisão perfeitamente em linha com a que tomou ao perdoar o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), condenado pelo Supremo Tribunal Federal por ataques à democracia.

Bolsonaro indicou o deputado federal Otoni de Paula (MDB-RJ) para a função de vice-líder do governo na Câmara. Otoni também é investigado pelo Supremo por ataques à democracia.

Por causa disso, em junho e julho últimos, em transmissões ao vivo em suas redes sociais, Otoni chamou o ministro Alexandre de Moraes de “lixo”, “canalha” e “esgoto do STF”.

À época, Otoni fora denunciado pela Procuradoria-Geral da República pelos crimes de difamação, injúria e coação no curso do processo a que responde no Supremo.

Era vice-líder do governo na Câmara, posto ao qual retorna agora. Silveira, eleito deputado em 2018 ao pegar carona na onda bolsonarista, comportou-se até aqui como a voz do dono.

Bolsonaro espera que Otoni, candidato à reeleição, se comporte da mesma forma. Afinal, o ventríloquo é ele. Os demais são bonecos que Bolsonaro saca ou devolve para o fundo do baú.

O post Bolsonaro escolhe Otoni para ser mais uma de suas vozes apareceu primeiro em Metrópoles.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.