Carnaval 2022: veja como foi o 2º dia do Grupo Especial no RJ


Mais um dia de Carnaval empolgou a Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro. No segundo dia de desfiles, que começou na noite de sábado (23/4) e seguiu pela madrugada de domingo (24/4), seis escolas de samba se apresentaram. São elas: Paraíso do Tuiuti, Portela, Mocidade Independente de Padre Miguel, Unidos da Tijuca, Acadêmicos do Grande Rio e Unidos de Vila Isabel.


0

Paraíso do Tuiuti

O desfile começou às 22h, com a Paraíso da Tuiuti abrindo os trabalhos na Sapucaí. A escola de samba homenageou personalidades negras das mais diversas áreas, como o ator Chadwick Boseman, estrela do filme Pantera Negra, que morreu em agosto de 2020 vítima de um câncer.

A escola de samba enfrentou problemas logo no começo do desfile. Mayara Lima, a princesa da bateria da escola, chegou atrasada na Sapucaí e não conseguiu entrar com os ritmistas no Setor 1. Apesar do atraso, Mayara pisou na avenida pouco depois, mas enfrentou mais um problema: ela teve uma parte de sua fantasia rasgada, próximo ao setor 2, onde os jurados ficam.

Além disso, um dos carros alegóricos enfrentou problemas técnicos: o quinto carro ficou preso entre as árvores, atrasando a entrava na avenida. Depois de minutos de tensão, o carro com astronautas entrou na avenida, gerando aplausos e comemorações entre os integrantes da escola.

A escola terminou o desfile com 2 minutos além do permitido e, por isso, perdeu 2 décimos na apuração.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Metrópoles (@metropoles)

Portela

A segunda escola a se apresentar foi a Portela, que optou por fazer um paralelo entre o baobá, árvore de origem africana de grande importância material e espiritual para os ancestrais, e a história, as raízes da fundação da própria agremiação.

A sambista Irenete Ferreira Barcellos, mais conhecida como Tia Surica, é a matriarca e integrante da velha guarda da Portela. Ela saiu no abre-alas da agremiação, que representou a ancestralidade. Aos 4 anos, Surica já desfilava pela azul e branco e faz parte da Velha Guarda desde 1980.

A escola de samba entrou na avenida enfrentando problemas técnicos em um dos carros alegóricos. A decoração da Terra se rompeu antes do desfile, o que pode acarretar em punição ao grupo.

Mocidade Independente de Padre Miguel

A Mocidade Independente de Padre Miguel fez uma homenagem ao seu padroeiro, o orixá Oxóssi. A agremiação contou, em seu samba-enredo, como nasceu a batida característica da bateria da escola, que é baseada no toque do atabaque de Oxóssi. Celebridades como Dudu Nobre, Carlinhos Brown e Grafite estiveram no desfile.

Pedro Scooby e Cintia Dicker desfilaram pela escola de samba. O surfista saiu do BBB22 e foi curtir o Carnaval, seguindo o exemplo de outros ex-BBBs que também estiveram nos camarotes da Sapucaí. Na madrugada desse sábado (23/4), Brunna Gonçalves e Natália Deodato também desfilaram, mas pela Beija-Flor.

A bateria da escola de samba roubou a cena positivamente, mas, ao mesmo tempo, a agremiação teve problemas com o carro abre-alas, que travou no fim da avenida e saiu empurrado pelos braços dos integrantes.  Por conta do empecilho, um grande buraco foi formado na Sapucaí, em frente ao último grupo de jurados. Provavelmente alguns décimos serão descontados da Mocidade.

Unidos da Tijuca

Quarta escola de samba a desfilar, a Unidos da Tijuca apresentou um samba-enredo diferente e inovador. Antes mesmo da apresentação, o ritmo e a composição dividiram opiniões do público, mas na Sapucaí a impressão foi de mais comentários positivos sobre a escolha.

O enredo foi sobre a lenda do Guaraná. As cores do fruto, originário da Amazônia, tomaram conta da avenida nas fantasias e também nos carros alegóricos da Unidos da Tijuca.

O desfile seguiu um bom ritmo e não teve maiores problemas. Com uma bateria sem espetáculos, tocando para o bom andamento da escola de samba e com poucas paradinhas, a agremiação desponta como uma das favoritas para o título em 2022.

Grande Rio

A Grande Rio trouxe Exú no samba-enredo para o Carnaval de 2022. Com o objetivo de desmistificar a fama negativa do orixá, a escola de samba mostrou muita potência no desfile. A energia da avenida foi transmitida para o público presente, com movimentos africanos durante o samba.

Gil do Vigor, Pocah e Camila de Lucas estiveram presentes no desfile. Paolla Oliveira, Arlindinho e Diogo Nogueira também foram outras celebridades que marcaram presença e representaram a agremiação na Sapucaí.

O desfile foi intenso, teve um peso estético positivamente forte e não teve erros notórios. Assim como a Unidos da Tijuca, a escola de samba está na lista dos melhores desfiles de 2022.

Vila Isabel

Última escola de samba na Sapucaí, a Vila Isabel homenageou Martinho da Vila no enredo. O cantor esteve presente no desfile e recebeu uma linda coroação simbólica em um dos carros alegóricos. Em seguida, desceu e foi curtir na avenida com os integrantes.

Outro destaque foi Sabrina Sato, que esteve na Gaviões da Fiel na madrugada deste domingo (24/4), saiu do Anhembi, pegou um avião e foi para o Rio de Janeiro ser musa da Vila Isabel. As alegorias e fantasias exibidas pela escola de samba foram elogiadas por conta do colorido e dos detalhes que remetem ao luxo, principalmente na comissão de frente.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos 

O post Carnaval 2022: veja como foi o 2º dia do Grupo Especial no RJ apareceu primeiro em Metrópoles.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.