Bolsas da Ásia fecham em baixa, seguindo NY após comentários de Powell


As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em baixa nesta sexta-feira (22) acompanhando perdas em Wall Street, após o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Jerome Powell, sinalizar que o ritmo de aumento de juros precisa ser mais rápido para combater a alta da inflação.

O índice acionário japonês Nikkei caiu 1,63% em Tóquio nesta sexta, a 27.105,26 pontos, enquanto o Hang Seng recuou 0,21% em Hong Kong, a 20.638,52 pontos, o sul-coreano Kospi cedeu 0,86% em Seul, a 2.704,71 pontos, e o Taiex registrou perda de 0,60% em Taiwan, a 17.025,09 pontos.

Na China continental, o Xangai Composto driblou o viés negativo da Ásia e subiu 0,23%, a 3.086,92 pontos, mas o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,50%, a 1.914,11 pontos.

O mau humor na Ásia veio um dia após Powell afirmar, durante painel do Fundo Monetário Internacional (FMI), que seria apropriado o Fed agir “um pouco mais rápido” para lidar com o salto da inflação e que há a opção de que o BC americano eleve juros em 50 pontos-base em sua reunião de maio.

Os comentários de Powell levaram a uma reviravolta nas bolsas de Nova York, que apagaram ganhos e encerraram os negócios da quinta com quedas significativas.

Oceania

Na Oceania, a bolsa australiana também ficou no vermelho nesta sexta, interrompendo uma sequência de cinco sessões positivas. Em seu pior desempenho diário em dois meses, o S&P/ASX 200 caiu 1,57% em Sydney, a 7.473,30 pontos.

*Com informações da Dow Jones Newswires

Este conteúdo foi originalmente publicado em Bolsas da Ásia fecham em baixa, seguindo NY após comentários de Powell no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.