Com 3 de Sasha, Atlético-MG vence fácil Brasiliense na estreia na Copa do Brasil


Atual campeão da Copa do Brasil, o Atlético-MG começou a defesa do seu título com uma fácil vitória. No jogo de ida da terceira fase, derrotou o Brasiliense por 3 a 0, no Mineirão, nesta quarta-feira (20). Eduardo Sasha marcou os gols da partida, todos no primeiro tempo.

Com o resultado, o Atlético-MG está muito próximo da classificação às oitavas de final da Copa do Brasil, pois pode perder o segundo confronto por até dois gols de diferença. E o duelo está agendado para 22 de maio, no Distrito Federal, em local ainda a ser confirmado pela CBF.

Esta é a terceira vez que Atlético-MG e Brasiliense se enfrentam em um mata-mata da Copa do Brasil. Em 2002, o time do Distrito Federal se deu melhor nas semifinais, avançando à decisão. Mas o troco da equipe mineira veio em 2005, na segunda fase. Agora, então, tem tudo para “desempatar” esse confronto direto pelo torneio nacional.

Embora um clube bem mais modesto, o Brasiliense faz, até agora, uma boa temporada. O time avançou nas duas primeiras fases da Copa do Brasil, diante de Humaitá-AC e Globo-RN, além de ter sido bicampeão brasiliense. Já na Série D, a quarta divisão nacional, estreou com vitória sobre o Anápolis (2 a 0), no último fim de semana.

Nesta quarta, porém, não conseguiu resistir ao poderio do Atlético-MG, que estreou apenas na terceira etapa da Copa do Brasil por ser um dos representantes do país na Libertadores. E contou com grande atuação de Sasha para vencer fácil. O atacante é o vice-artilheiro do time em 2022, agora com 8 gols marcados em 17 jogos, atrás apenas dos 13 de Hulk.

Sasha define vitória atleticana no 1º tempo

Assim como tem sido recorrente desde o início da temporada, mais uma vez o técnico Antonio Mohamed rodou bastante o elenco do Atlético-MG. A escalação contra o Brasiliense teve apenas quatro titulares –Everson, Guilherme Arana, Allan e Zaracho– e seis novidades em relação ao time que superou o Athletico-PR no fim de semana, pelo Brasileirão: Guga, Igor Rabello, Réver, Calebe, Vargas e Savarino. Já Hulk até voltou de Miami, onde nasceu sua filha, Zaya, no início da semana, mas nem foi relacionado e voltou a desfalcar o time, acompanhando o duelo do Mineirão.

E, como espectador, ele viu um show do seu reserva imediato. Foram 3 gols marcados por Sasha nos 45 minutos iniciais no Mineirão. Acabou sendo, assim, o destaque de um primeiro tempo de domínio total do Atlético-MG, que finalizou 12 vezes diante do Brasiliense, time que entrou em campo recuado, mas cedeu espaços e nem conseguiu acertar a meta defendida por Everson.

A noite artilheira de Sasha começou logo aos 4 minutos. Depois de cruzamento rasteiro de Arana, o atacante chegou dividindo com Gustavo Henrique e mandou a bola para as redes. Depois, aos 9, o cruzamento foi pelo alto, de Savarino. E Sasha, livre, na segunda trave, cabeceou para marcar de novo.

O terceiro gol de Sasha saiu apenas aos 40 minutos. Mas nesse hiato de meia hora, o Atlético não correu riscos. Seguiu trocando passes no campo de ataque, ainda que em ritmo mais lento, e perdeu algumas chances, especialmente com Zaracho e Vargas. Já no fim da primeira etapa, veio o terceiro gol. Dessa vez, Savarino acionou Vargas, que chutou escorregando e parou no goleiro Edmar Sucuri. No rebote, Sasha tocou para o gol vazio: 3 a 0.

Com a ótima vantagem conquistada na primeira etapa, Antonio Mohamed aproveitou para testar mais dois reservas, ambos no meio-campo, já na volta do intervalo: Otávio e Guilherme Castilho. Depois, aos 18 minutos, ainda trocou Sasha, ovacionado pela torcida, por Fábio Gomes. Foi, praticamente, o que de mais relevante aconteceu no começo do segundo tempo, pois nem a desvantagem levou o Brasiliense a deixar de lado a retranca, tanto que finalizou pela primeira vez na partida aos 24 minutos, em uma perigosa cobrança de falta de Bernardo.

O Atlético-MG, por sua vez, não acelerava o ritmo, embora estivesse quase sempre no campo de ataque. Ainda assim, poderia ter marcado mais vezes, como aos 20, quando Savarino acertou a trave em cabeceio, após cruzamento de Guga, aos 30, quando o venezuelano acionou Fábio Gomes, com o centroavante chutando em cima de Edmar Sucuri, e aos 36, quando o disparo de Castilho, da entrada da área, saiu por cima do gol.

Agenda

No fim de semana, os times vão ter compromissos pelas respectivas divisões nacionais. No sábado (23), pela Série A, o Atlético-MG vai receber o Coritiba, no Independência. Já o Brasiliense, na Série D, será mandante contra o goiano Iporá.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Com 3 de Sasha, Atlético-MG vence fácil Brasiliense na estreia na Copa do Brasil no site CNN Brasil.