Johnny Depp vai depor em caso de difamação contra ex-mulher Amber Heard


O ator Johnny Depp irá depor em um tribunal da Virgínia, nos Estados Unidos, nesta terça-feira (19) no julgamento por difamação, em que acusa a ex-mulher e atriz Amber Heard de arruinar sua carreira com falsas acusações de violência durante o relacionamento.

Depp, de 58 anos, alega que Heard, 35, o difamou quando escreveu um artigo em dezembro de 2018 no “Washington Post” sobre ser uma sobrevivente de violência doméstica. Ele entrou com uma ação de 50 milhões de dólares contra Heard em 2018.

O artigo não mencionou Depp pelo nome, mas o advogado do ator, Benjamin Chew, disse aos jurados há uma semana que estava claro que Heard se referia ao artista de Hollywood.

Os advogados de Heard argumentaram que ela disse a verdade e que sua opinião estava protegida como liberdade de expressão pela Primeira Emenda da Constituição dos EUA.

Testemunhas chamadas pelos advogados de Depp incluíram amigos do astro de “Piratas do Caribe” e um médico e uma enfermeira que disseram que o trataram por abuso de substâncias. As testemunhas afirmaram que sabiam das discussões entre o casal, mas não testemunharam agressão física de Depp contra Heard.

Um juiz do tribunal estadual do condado de Fairfax, na Virgínia, está supervisionando o julgamento, que está em sua segunda semana e deve durar seis semanas.

Menos de dois anos atrás, Depp perdeu um caso de difamação contra o The Sun, um tablóide britânico que o rotulou de “espancador de esposas”. Um juiz da Suprema Corte de Londres determinou que ele agrediu Heard repetidamente.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Johnny Depp vai depor em caso de difamação contra ex-mulher Amber Heard no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.