Neto de Franco Montoro critica sumiço de tucano em nova marca do PSDB


O cientista social André Montoro – neto do fundador do PSDB e ex-governador paulista Franco Montoro – questionou, nesta segunda-feira (18/4), o sumiço do tucano na nova marca do Partido da Social Democracia Brasileira.

Pelo Twitter, o herdeiro político do ex-senador provocou a direção nacional da legenda sobre o sequestro do mascote.

“Cadê o tucano? Não houve consulta ao filiados para desaparecer com o símbolo do partido”, escreveu.

Ao Metrópoles, André Montoro explicou a indignação ao tomar conhecimento do novo símbolo da sigla, que valoriza a bandeira do Brasil e o 45, justamente o número partidário nas urnas.

“O tucano sempre foi o símbolo do PSDB: representa a defesa do meio-ambiente e tem as cores do Brasil, que demonstra a preocupação histórica do partido pela solução do problemas nacionais. Negar isso é esconder nossas origens”, afirmou.

A coluna acionou o partido e o conteúdo será atualizado se houver manifestação oficial tucana.

O post Neto de Franco Montoro critica sumiço de tucano em nova marca do PSDB apareceu primeiro em Metrópoles.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.