É verdade que não se deve molhar a escova de dente depois que se coloca a pasta?


Não, pode continuar molhando como você sempre fez. 

Há um mito de que jogar água diluiria a concentração de flúor, fundamental para o fortalecimento dos dentes e que evita cáries, mas não há nenhuma comprovação científica disso. Há também quem diga que a água pode fragilizar as cerdas da escova, outra crença sem fundamento. O que fragiliza as cerdas é você pressionar excessivamente a escova contra os dentes.

Aliás, por questões de higiene, vale também molhar a escova antes de colocar a pasta. Dependendo da forma como a escova fica guardada, ela pode entrar em contato com umidade e bactérias que se proliferam no banheiro. “Colocá-la em água corrente ajuda a limpá-la”, explica Giuseppe Alexandre Romito, professor de periodontia da USP.

A propósito: a quantidade ideal  de pasta é a equivalente ao tamanho de uma ervilha. “Muita espuma faz com que as pessoas percam o controle das áreas higienizadas”, diz o cirurgião dentista Venícius Reis Teixeira. E, claro: vale pela economia.

Continua após a publicidade

Aqui vão mais algumas dicas para uma boa higiene bucal:

-Pouco importa o sentido da escovação (circular, de um lado para o outro, para cima e para baixo). Desde que você consiga eliminar a placa bacteriana, tá valendo.

-As cerdas da escova precisam ser macias e da mesma altura. Cerdas duras e irregulares desgastam os dentes e podem causar problemas na gengiva.

-As cerdas começaram a “abrir”? É hora de trocar de escova.

-Nem a melhor escova do mundo é capaz de limpar com perfeição entre os dentes – fio dental é indispensável. Quem realiza uma boa higiene bucal (escovação + fio dental) três vezes ao dia está bem protegido.

Compartilhe essa matéria via:

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.