Atlético e América empatam no primeiro confronto entre mineiros na Libertadores


O primeiro confronto entre clubes mineiros na história da Copa Libertadores da América terminou com igualdade no placar. No Mineirão, Atlético-MG e América-MG empataram por 1 a 1, em jogo válido pela segunda rodada do Grupo D, nesta quarta-feira (13). Na etapa final, Felipe Azevedo marcou um golaço, enquanto Ademir anotou contra o seu último clube.

A igualdade leva o Atlético-MG aos 4 pontos no Grupo D, pois havia vencido o Tolima, na Colômbia, na sua estreia na Libertadores. O América, por sua vez, somou o seu primeiro ponto na chave. E ao ceder a igualdade no fim, segue fora da zona de classificação às oitavas de final, pois havia estreado com derrota, em casa, para o Independiente del Valle nessa fase, depois de duas classificações nos pênaltis nas etapas preliminares da competição, diante do equatoriano Barcelona e do paraguaio Guaraní.

O empate amplia a invencibilidade do Atlético contra o América. O time não perde para o adversário desde 2016, quando caiu no jogo de ida da decisão do Campeonato Mineiro daquele ano. Desde então, a equipe alvinegra acumula 14 vitórias e, agora, 6 igualdades. Este foi o 105º empate no confronto, que ainda tem 208 vitórias atleticanas e 104 do América em 417 clássicos.

1º tempo: Atlético pressiona, mas América segura o 0 a 0

Depois de rodar o elenco no fim de semana, na estreia no Brasileirão diante do Internacional, dando descanso a alguns jogadores ou só os acionando no segundo tempo, o técnico Antonio Mohamed voltou a escalar aqueles considerados titulares absolutos no Atlético, casos de Mariano, Jair, Nacho Fernández e Zaracho. Além disso, Nathan Silva e Godín formaram a dupla de zaga. E com a ausência de Keno, em função de dores no quadril, a principal novidade do time foi a entrada de Eduardo no ataque, o que deixou a equipe sem um ponta driblador e de velocidade em campo.

No América, a maior atração estava no banco de reservas: Vagner Mancini. Após deixar o clube em outubro de 2021, para assumir o Grêmio, ele fez o seu retorno nesta semana, após a demissão de Marquinhos Santos. E definiu o time com uma novidade em cada setor: o zagueiro Eder, o volante Zé Ricardo e o atacante Felipe Azevedo, uma aposta para dar velocidade ao setor ofensivo, que também tinha Paulinho Boia e Everaldo.

Mas a principal preocupação americana era em se defender. Só que um erro logo aos dois minutos, na saída de jogo, quase fez ruir essa estratégia: a bola sobrou para Hulk, que chutou de direita, mas parou no zagueiro Iago Maidana. Porém, o que poderia representar um início de pressão do Atlético não se concretizou, com o adversário conseguindo se defender bem e até ameaçando em alguns contra-ataques.

Aos poucos, no entanto, a equipe alvinegra foi acuando o América. Ameaçou em um chute de longe de Zaracho, aos 18, em uma cobrança de falta de Nacho, aos 24, e, principalmente, em um cruzamento fechado de Arana, aos 27, em que Jaílson fez difícil defesa. Mas o América conseguiu sustentar o 0 a 0 até o intervalo, ainda que levando dois sustos no fim, em um disparo de Nacho na grande área, aos 40, e em um peixinho de Vargas, aos 43 minutos. O domínio, porém, foi todo do Atlético, com 13 finalizações, contra uma do adversário, e 76% de posse de bola.

2º tempo: Felipe Azevedo e Ademir movimentam o placar

O Atlético voltou para a etapa final com uma novidade: Alonso entrou no lugar de Nathan Silva, único jogador do time a receber o cartão amarelo no primeiro tempo. E o cenário da primeira etapa parecia se repetir, tanto que Arana voltou a dar trabalho a Jailson com um chute forte de fora da área aos 4 minutos.

Mas aí a estratégia do América de apostar nos contra-ataques funcionou. Aos 6, Felipe Azevedo foi lançado, ganhou na velocidade de Godín, cortou Jair e bateu forte, de direita, acertando o ângulo da meta atleticana e marcando um golaço no Mineirão.

Com o gol americano, Antonio Mohamed colocou dois pontas em campo de uma vez: Savarino e Ademir. O Atlético buscou intensificar a pressão e perdeu chance clara aos 15 minutos, em cabeceio, livre e da pequena área, de Jair, que testou para fora.

Porém, em desvantagem, o Atlético pouco criou. Sem a mesma inspiração ofensiva de outras partidas e mesmo de quando o placar estava empatado em 0 a 0, abusou dos cruzamentos no restante do segundo tempo. Pouco criou, mas conseguiu igualar o placar no fim. Aos 40 minutos, Mariano lançou Ademir, que ganhou de Maidana e bateu de leve, fazendo 1 a 1. O atacante aparentava estar impedido, mas a arbitragem validou o gol, definindo o empate entre as equipes mineiras.

Corinthians x Deportivo Cali

Gustavo Mantuan, jogador do Corinthians, disputa lance com Kevin Velasco, jogador do Deportivo Cali, durante partida no estádio Arena Corinthians pelo campeonato Copa Libertadores / ETTORE CHIEREGUINI/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

O Corinthians venceu o Deportivo Cali, por 1 a 0, nesta quarta-feira, na Neo Química Arena, em São Paulo, pela segunda rodada do grupo E da Copa Libertadores da América.

Com um gol contra de cabeça, o zagueiro da equipe colombiana José Carlos Caldeira abriu o placar para o alvinegro, aos 23 do segundo tempo.

Na tabela, todos as equipes do grupo possuem três pontos, mas devido ao saldo de gols o Timão ocupa a quarta posição e o Deportivo Cali lidera.

River Plate x Fortaleza

Jogadores de Fortaleza e River Plate durante partida válida pela primeira fase da Libertadores 2022
Jogadores de Fortaleza e River Plate durante partida válida pela primeira fase da Libertadores 2022 / Marcelo Endelli/Getty Images

O River Plate venceu o Fortaleza, por 2 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Monumental de Núñez, pela segunda rodada do grupo F da Copa Libertadores da América.

Enzo Fernández abriu o placar para os argentinos aos dez minutos da primeira etapa. Nicolás De La Cruz aumentou aos 33 minutos.

A equipe do Nordeste brasileiro está em último no grupo, com zero pontos. Os argentinos lideram com seis pontos.

Demais resultados

  • Libertad 2 x 1 Caracas – Grupo B
  • Colo-Colo 2 x 1 Alianza Lima – Grupo F
  • Nacional 0 x 0 Estudiantes – Grupo C

Este conteúdo foi originalmente publicado em Atlético e América empatam no primeiro confronto entre mineiros na Libertadores no site CNN Brasil.