Laboratórios indianos reduzem preços de vacinas para Covid-19


O Instituto Serum da Índia (SII) e a Bharat Biotech reduziram os preços de suas vacinas contra Covid-19, pois o país planeja oferecer doses de reforço a todos os adultos a partir de domingo (10).

O custo da Covishield da SII cairá para 225 rúpias (2,96 dólares) por dose de 600 rúpias para hospitais privados, disse o presidente-executivo, Adar Poonawalla, em um tuíte neste sábado.

“Após discussão com o governo central, o SII decidiu revisar o preço da vacina Covishield para hospitais privados”, disse ele.

As infecções na Índia caíram para o menor nível em quase dois anos, com 1.150 novos casos relatados nas últimas 24 horas, com 83 mortes. O número de mortos no país desde o início da pandemia é de 521.656.

O SII, maior fabricante de vacinas do mundo, produz a vacina Covid-19 da AstraZeneca sob a marca Covishield.

Das 1,85 bilhão de doses de vacina que a Índia forneceu à sua população de 1,35 bilhão de pessoas, 82% foram Covishield.

A Bharat Biotech reduziu o preço de sua vacina Covaxin para 225 rúpias por dose de 1.200 rúpias, disse a presidente da empresa, Suchitra Ella, também em um tuíte.

Aqueles com mais de 18 anos que receberam uma segunda dose há nove meses serão elegíveis para a dose adicional de “precaução”, disse o Ministério da Saúde na sexta-feira.

O programa de reforço, que começou em janeiro, é limitado a trabalhadores da linha de frente e idosos e até agora administrou 24 milhões de doses.

Quando o programa for estendido no domingo, aqueles fora das duas categorias prioritárias terão que pagar pelas vacinas em instalações privadas, sem mistura e combinação de vacinas permitidas.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Laboratórios indianos reduzem preços de vacinas para Covid-19 no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.