Influenciadoras russas destroem bolsas da Chanel após suspensão de negócios no país


Influenciadoras digitais da Rússia publicaram vídeos destruindo bolsas da Chanel após a grife francesa, que é referência no mundo da moda, suspender todos os negócios no país pela invasão à Ucrânia.

Agora, as sanções impostas pela União Europeia também proíbem que itens de luxo sejam vendidos para as elites russas.

Entretanto, as influenciadoras russas não gostaram das restrições e cortaram as bolsas da grife em protesto. Elas afirmam que as medidas são uma falta de respeito da marca com os clientes.

O quinto pacote de sanções contra a Rússia foi adotado formalmente na última sexta-feira (8), e inclui proibições à importação de carvão, madeira, produtos químicos e outros produtos.

As medidas também impedem que muitos navios e caminhões russos acessem a UE, prejudicando ainda mais o comércio, e proibirão todas as transações com quatro bancos russos, incluindo o VTB.

Veja imagens da invasão da Ucrânia pela Rússia

 

 

Este conteúdo foi originalmente publicado em Influenciadoras russas destroem bolsas da Chanel após suspensão de negócios no país no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.