Forças russas destroem depósito de munição em base aérea ucraniana


Forças russas destruíram um depósito de munição na Base Aérea de Myrhorod, no centro-leste da Ucrânia, informou a agência de notícias Interfax neste sábado (9), citando o Ministério da Defesa da Rússia.

Um caça MiG-29 da força aérea ucraniana e um helicóptero Mi-8 também foram destruídos no ataque à base na região de Poltava, disse o porta-voz do ministério Igor Konashenkov.

Ele acrescentou que um grande depósito de munição também foi destruído perto da cidade de Novomoskovsk, na região centro-leste de Dnipro.

A Rússia enviou milhares de soldados para a Ucrânia em 24 de fevereiro para o que chama de “operação militar especial” para desmilitarizar e “desnazificar” a Ucrânia.

A Ucrânia pediu neste sábado que civis na região leste de Luhansk fujam do bombardeio russo depois que autoridades disseram que mais de 50 civis que tentavam evacuar por trem de uma região vizinha foram mortos em um ataque com mísseis.

A Rússia negou repetidamente as alegações de crimes de guerra e nega atacar civis na Ucrânia.

O governador da região de Poltava, Dmytro Lunin, disse nas redes sociais que duas pessoas ficaram feridas e “danos significativos” causados ​​devido ao ataque russo em Myrhorod. Ele não deu mais detalhes.

Em 2 de abril, Lunin disse que um ataque aéreo russo danificou uma pista de pouso e um depósito de combustível perto da base aérea.

Konashenkov disse neste sábado que a Rússia atingiu 85 alvos militares na Ucrânia, incluindo dois postos de comando, três lançadores de foguetes, quatro canhões de artilharia autopropulsados, um depósito de munição e dois depósitos de logística, entre outros.

Desde 24 de fevereiro, as forças russas destruíram 650 aeronaves, incluindo jatos e helicópteros, e mais de 2.000 tanques e veículos blindados na Ucrânia, disse Konashenkov, segundo a Interfax. A Reuters não pôde verificar imediatamente os números fornecidos.

Segundo estimativas do Ministério da Defesa da Ucrânia, 19.100 russos foram mortos desde o início da invasão. Ele diz que a Rússia perdeu 705 tanques, 1.895 veículos blindados, 151 aeronaves e 136 helicópteros.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse nesta quinta-feira que a Rússia sofreu “perdas significativas” na Ucrânia. Em sua atualização mais recente, em 25 de março, o Ministério da Defesa da Rússia disse que 1.351 soldados russos foram mortos desde o início da campanha e 3.825 ficaram feridos.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Forças russas destroem depósito de munição em base aérea ucraniana no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.