CBF oferece salário milionário para Guardiola treinar seleção, diz jornal


Tendo em vista que Tite deixará o comando da seleção brasileira após a Copa do Mundo, opções para substituir o técnico já começaram a ser sondadas. O nome da vez para assumir a amarelinha é Pep Guardiola e a CBF prepara uma abordagem milionária para o espanhol, segundo o jornal Marca. A entidade pensaria em um salário de 12 milhões de euros (61,4 milhões de reais) por ano para seduzir o treinador, mas isso ainda fica abaixo do atual contrato com o Manchester City, que gira em torno de 20 milhões de euros (102,4 milhões de reais) anuais.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Segundo informações do jornal, a diretoria da CBF entendeu que é necessário um treinador estrangeiro para o ciclo pós-Catar. O nome de Guardiola foi cotado como ideal, e a entidade deve se esforçar para concretizar o acerto. Pere Guardiola, irmão e representante do técnico, já foi abordado e está ciente do interesse.

Com a saída de Tite, a ideia da CBF seria contar com Guardiola até a Copa do Mundo de 2026. Seria o primeiro trabalho do espanhol em seleções, após passagens de sucesso por Barcelona, Bayern de Munique e Manchester City, que resultaram em nove títulos de ligas nacionais, duas Ligas dos Campeões e três Mundiais de Clubes.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.