TCU suspende homologação de compra de ônibus escolares pelo governo


O ministro Walton Alencar Rodrigues, do Tribunal de Contas da União (TCU), suspendeu nesta terça-feira (5) a finalização de um processo de licitação de compra de ônibus escolares por parte do governo federal. A decisão ocorre após denúncias de superfaturamento.

De acordo com a assessoria do TCU, “a decisão permite que o pregão prossiga até a penúltima fase. O FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) fica impedido, entretanto, de praticar o ato final: homologar a licitação e adjudicar o objeto.”

A denúncia sobre o superfaturamento partiu do jornal O Estado de S. Paulo. O pregão do FNDE previa o pagamento de até R$ 480 mil por cada ônibus, cerca de R$ 200 mil acima do preço recomentado pela área técnica.

“Na ocasião, ficou acertado que o FNDE concederia acesso aos auditores da SecexEducação aos arquivos do certame, gravados no Sistema Eletrônico de Informações (SEI) do Poder Executivo. Contudo, lastimavelmente, tal medida não restou implementada até o final do dia, impedindo que o TCU avaliasse, adequadamente, os preços de referência do certame. Tal fato singular, aliado ao grande valor da licitação que ora se enceta, gera a perspectiva de eventual prejuízo ao Erário”, consta na decisão.

“Nesse cenário, considero prudente que a medida cautelar tenha seus efeitos modulados, para permitir o prosseguimento do certame, impedindo-lhe, contudo, a homologação e a adjudicação do objeto, até a final decisão de mérito”, escreveu o ministro sobre a decisão provisória.

Como a suspensão não foi total, a licitação prevista para ocorrer nesta terça-feira está mantida. Contudo, a homologação do resultado dependerá do julgamento do mérito.

Este conteúdo foi originalmente publicado em TCU suspende homologação de compra de ônibus escolares pelo governo no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.